Grêmio segue no mercado e ainda fala em Cavani


Fonte: UOL

Edinson Cavani ainda é assunto no Grêmio, mesmo que sonho distante como reforço Imagem: Aurelien Meunier - PSG
Há quem diga que apenas uma contratação de peso — aliada a vitórias — poderá acalmar o ambiente no Grêmio. E é exatamente isso que a direção do clube quer. Depois de passar por dias de instabilidade, o presidente Romildo Bolzan Júnior garantiu a manutenção da comissão técnica e ainda disse que o clube está atrás de reforços, citando Cavani como alvo ainda distante.



A saída de Klauss Câmara da função de executivo na pasta mais importante do Tricolor gaúcho não irá reduzir a velocidade nos processos de contratação. A diretoria uma "solução caseira" e não irá gastar energia atrás de um novo nome no mercado nacional para a função. Marcelo Rudolph foi oficializado no posto.

Todos os esforços estão focados em dar mais opções para Renato Gaúcho. O espaço prioritário de campo é o ataque e o sonho distante segue sendo Cavani.

"Se tiver abertura concreta no sentido do projeto de vida dele vir para América do Sul, o Grêmio vai trabalhar com isso. Mas passa pela decisão pessoal dele. Não temos como competir com clubes da Europa, que isso fique claro. Não temos nenhuma situação de negócio com ele. Mas se o projeto dele for vir para o continente, vamos falar com ele e observar se é algo viável", afirmou o presidente.

O mandatário fez questão de dizer que o Grêmio já identificou suas carências e trabalha para dar mais peças a Renato Gaúcho.

"Não estamos parados. Sabemos do que precisamos e estamos no mercado para reforçar ainda mais nosso grupo, que é muito bom", completou.

Portaluppi sofre com ausências por razões médicas e vê o time oscilar em entrosamento. A chegada tardia de reforços é uma das razões para a falta de boas atuações recentes no Grêmio, na avaliação do treinador. Os jogadores que chegam precisam de adaptação e rotina no clube para atingirem a melhor fase.

"Estamos numa transição de elenco, de grupo de jogadores, e vamos dar andamento e organizar tudo para nossa comissão técnica. Houve uma perda tremenda com a parada, e vamos nos recompor. Temos um grupo forte, e nosso diagnóstico é que passamos por uma transição", comentou Romildo.



"Ninguém é mágico. Precisamos sempre melhorar e procuramos isso. Mas temos muitos desfalques e passamos por este momento de transição. O entrosamento é muito importante e só vamos conseguir com o tempo", completou Renato Gaúcho.

O último dos reforços contratados ainda nem estreou. O lateral esquerdo Diogo Barbosa deve fazer sua primeira partida neste domingo, justamente contra o Palmeiras, em Porto Alegre, pelo Campeonato Brasileiro.

Grêmio, Mercado, Cavani

LEIA TAMBÉM: Quem é Gastón Ramírez? Confira o vídeo com seus melhores lances

E MAIS:Churín vê Grêmio como "maior desafio da carreira"





Comentários



Welington Ramos     

Depois de 15a na fila e as moranguinhas tocando a valsa?? Muiyos de nós sao na realidade mal agradecidos pra nao dizer outra coisa.

Leia Boaroli     

Nao consegue contratar nem pernetas esquece Cavani...conversa pra desviar foco

Só queremos vitorias daqui em diante. Chega de pangares no time, de bruxos e papinho idiota. Renato te liga e bolsan chega de fechar os olhos pelos mandos e desmandos de Renato

Veremos amanha e quarta se o time é bom ou nao. Alem de vcs serem incompetentes sao ieresponsaveis. Pq existe torcedor socio, q pena muito para pagar a mensalidade e vcs nao tao nem ai pra esse tipo de socio. Pior q vem Renato falar m....nas entrevistas. Tipo zuando de todos nos com sua arrogancia e teimosia. Pra ele os bruxos sao mais importante do que quem mantem o clube. Bolsan e Renato, ficam ligados e alertas, nao aceitaremos mais mimimi e papinho pra boi dormir. BASTOU

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Leia também

28/10/2020







27/10/2020






Apresentação de Churín - 15:08 (2)

Churín vê Grêmio como "maior desafio da carreira"