Confira a trajetória de Diogo Barbosa, novo reforço do Tricolor Gaúcho

Jogador teve sucesso no Cruzeiro, mas não repetiu o rendimento no Palmeiras


Fonte: GaúchaZH

O lateral-esquerdo Diogo Barbosa é o novo reforço do Tricolor para a temporada de 2020. O negócio foi confirmado na manhã desta sexta-feira, pelo vice-presidente de Futebol, Paulo Luz. Com 28 anos recém completados, o jogador, que estava defendendo o Palmeiras, assina contrato até dezembro de 2023.



Natural de Terra Nova do Norte/MT, Diogo Barbosa Mendanha foi revelado nas categorias de base do Vila Nova, de Goiânia, mas se profissionalizou no Vasco da Gama, em 2010. Antes de vestir a camisa do Palmeiras, de 2017 a 2020, passou por Sport/PE, Guarani/SP, Coritiba, Atlético/GO, Goiás, Botafogo e Cruzeiro. Neste último, conquistou o título da Copa do Brasil, em 2017. Com a camisa palmeirense, Diogo Barbosa levantou os troféus do Campeonato Brasileiro de 2018, da Florida Cup e do Campeonato Paulista deste ano.

Sucesso no Cruzeiro

Foi unanimidade, titular absoluto, campeão da Copa do Brasil de 2017. Fez gol nas quartas de final, decisivo — relembra Samuel Venâncio, setorista do Cruzeiro na Rádio Itatiaia, de Minas.

Titular absoluto da lateral esquerda com Mano Menezes, fez 59 partidas e marcou dois gols na temporada do pentacampeonato da Copa do Brasil pelo time mineiro. Samuel ressalta que o atleta se destacava pela ofensividade, mas bem também no comportamento defensivo.

Outro aspecto recuperado pelo jornalista é a regularidade de Diogo Barbosa. O rendimento acabou chamando a atenção do Palmeiras, que já realizava grandes investimentos na época.

Queda de rendimento no Palmeiras

Em São Paulo, de 2018 até o momento, o jogador atuou em 92 partidas. Foi titular incontestável de Felipão no título do Brasileirão. Porém, de acordo com Vinícius Bueno, setorista do Palmeiras na Rádio Bandeirantes de São Paulo, a expectativa criada na contratação não foi correspondida:

Foi uma das maiores enganações da história recente do Palmeiras. Ele jogou muita bola no Cruzeiro, mas não conseguiu jogar no Palmeiras. É um cara sem confiança, quando está com a bola não consegue fazer nada diferente. Ele só toca para trás, toca para o lado, é um cara que estava tomando muita bola nas costas — resume Bueno.



Na atual temporada, Matías Viña foi contratado junto ao Nacional-URU e assumiu a titularidade. Com isso, esporadicamente, o novo lateral tricolor era escalado por Luxemburgo. Em 2020, foram apenas cinco aparições pelo clube paulista.


Grêmio, Trajetória, Diogo Barbosa, Reforço, Tricolor

Grêmio se afunda ainda mais em noite terrível no Chile e sente clamor por mudanças

Grêmio é recebido com protesto na Arena após derrota na Libertadores





Comentários



Esse é outro luan,teve aquela faze no cruzeiro,e mais nada,10 milhões por 25%alguem déve ta ganhando por fóra

Irceu Cignachi     

(Continuando)..que em 4 anos tem 7 títulos, só pode ser colorado!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Leia também

17/9/2020

















16/9/2020
















Enxurrada de desfalques - 11:34 (1)

Renato estuda mudar Grêmio em era pós-Cebolinha