Antes de parcelar em 24x clube consultou elenco sobre corte de salários


Fonte: UOL

Renato Gaúcho e jogadores do Grêmio vão receber 55% dos salários de abril a setembro de 2020 em 24 parcelas Imagem: Lucas Uebel/Grêmio FBPA
O Grêmio anunciou nesta semana acordo para parcelamento de salários do elenco principal, dentro da segunda onda do plano de contingência para lidar com a pandemia de Covid-19. O UOL Esporte apurou detalhes das tratativas entre direção e jogadores e ouviu de diferentes fontes que houve consulta sobre corte de salários. A proposta, no entanto, não chegou a ser apresentada formalmente aos atletas.



A estratégia do Grêmio é adequar a folha salarial ao fluxo de caixa atual, combalido pela quarentena e consequente suspensão dos campeonatos. Os jogadores receberão vencimentos dos meses de abril a setembro de 2020 em 24 parcelas, a serem pagas a partir de janeiro. O acordo entre Grêmio e jogadores foi anunciado na quarta-feira e soma esforços com acerto feito em março, para adiamento de direitos de imagem e pagamento de luvas.

A negociação mais recente começou em junho e teve encontro entre Romildo Bolzan Jr., presidente do Grêmio, e líderes do elenco. O dirigente fez proposta para o chamado diferimento de 30% dos vencimentos e houve aceite. Recentemente, Bolzan ofereceu novo diferimento de 12,5% e corte de outros 12,5% dos valores. Os representantes pediram tempo para responder e levaram a oferta para conhecimento do grande grupo. A maioria dos atletas disse ser contra e a resposta foi apresentada ao presidente com a ressalva de que o corte poderia ser realizado pelo clube, com embasamento jurídico, e que os atletas iriam acatar.



O entendimento dos jogadores é que eles deram o direito de a diretoria escolher o que fazer. Cortar salários, sem aceite, ou apresentar proposta. A cúpula gremista fez oferta do parcelamento e vem daí a manifestação em bloco dos jogadores nas redes sociais.

"Antes de falarem procurem saber a verdade, nos respeitem! O acordo foi elaborado pela direção e pelo presidente do Grêmio", diz a mensagem postada por todos os atletas gremistas.



A nota oficial publicada pela Grêmio enfatiza a boa relação com os jogadores e o diálogo entre o grupo e Romildo Bolzan Jr. O Grêmio optou por não dar margem para atrito e, também, por considerar ser viável economicamente adiar pagamento de 55% dos vencimentos dos jogadores.


Grêmio, Parcelar, Clube, Consultou, Elenco, Corte, Salários

Dois ônibus, protocolos e até sede no Brasileirão: veja como será o planejamento do Grêmio para treinar em SC

PDT coloca Bolzan como candidato ao Governo do RS em 2022; presidente do Grêmio se manifesta





Comentários



Adriana Schernn     

Beleza de comentario cristiane freitas somos torcedores apaixonados, mas sabemos que os jogadores pisaram na bola, agora acibou a moleza tanto pros atletas como pro renato também.

Agora nós torcedores estaremos de olho, vcs sao um grupo de jogadores previlegiados no atual cenario. Esperamos so vitorias daqui pra frente, fracassos nao serao mais aceitos. Nao daremos treguas, vamos cobrar e cobrar veemente. Começam a se prepararem de forma q nao haverao fracassos, caso contrario o bixo vai pegar. Se organizam bando de mercenarios. Nao esqueçam; O BIXO VAI PEGAR PRO LADO DE VCS; a diretoria aceito a propista de vxs, mas nos torcedores estatemos ligados. Se ligam

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Leia também

10/7/2020











9/7/2020








Treinos no CT Luiz Carvalho - 13:01 (0)

Atletas seguem com treino físico no CT Luiz Carvalho