À procura do titular: o início de temporada dos meias do Grêmio

Equipe chegou a alterar o esquema de jogo por não ter um armador nos primeiros jogos do ano


Fonte: GaúchaZH

Jean Pyerre é o favorito para ganhar a posição após o reinício das competições Lucas Uebel / Grêmio/Divulgação
Desde 2016, o Grêmio conseguiu implementar um sistema de jogo que conseguiu colocar o clube no caminho das vitórias. Esporadicamente, a formatação era abandonada por estratégia da comissão técnica para um determinado confronto. Com a saída de Luan e longa espera pelo retorno de Jean Pyerre, Renato Portaluppi buscou alternativas táticas para suprir a ausência de um jogador próprio e apto para iniciar os confrontos.



Mesmo assim, segue nos planos do Tricolor ter um meia de ofício entre os titulares. Para isso, confira como estavam as quatro opções específicas para o setor. A partir do retorno aos treinamentos, a disputa deve ser polarizada entre Jean Pyerre e Thiago Neves, mas dois jovens brigam por espaço.

Jean Pyerre

O camisa 21 é a grande esperança dos torcedores para melhorar o rendimento do time. Voltou a atuar nos dois últimos confrontos antes da paralisação no calendário do futebol pela pandemia de coronavírus. Foi determinante na virada sobre o São Luiz, saindo do banco de reservas para colaborar na virada sobre a equipe do interior. Outro fator que pesa para Jean Pyerre é o entrosamento com os companheiros, já que integra o elenco profissional desde 2018.

Thiago Neves

Aposta da direção, mas principalmente de Renato Portaluppi, o experimente meia de 34 anos não conseguiu se firmar com a camisa gremista. Até o momento, foram sete aparições em campo, com um gol marcado — justamente diante do São Luiz, na última partida antes da parada. Agora, com uma nova espécie de pré-temporada sendo preparada, a intenção é melhorar a parte física de Thiago Neves, principal motivo apontado para o atleta não ser mais utilizado em 2020:

— Não temos na Seleção um jogador com as qualidades dele — disse Renato em coletiva ainda antes do acerto com o meia.

Patrick

Foi uma tentativa da comissão técnica nos primeiros duelos do ano. Inclusive, Patrick retornou antes das férias para acelerar a pré-temporada e se juntar ao time de transição para a disputa da Recopa Gaúcha, vencida pelo Pelotas nos pênaltis. Pelo rendimento apresentado, perdeu espaço, sobrando do banco de reservas em algumas ocasiões. Visando um crescimento de produção, a decisão da comissão técnica foi um trabalho de recondicionamento físico para o jogador voltar a ter atuações como na parte final de 2019. Hoje, na hierarquia dos meias, ocupa a terceira posição.



Isaque

Meia de origem, porém com a versatilidade de poder atuar mais adiantado como um falso 9, ganhou espaço com Renato. Isaque segue inscrito no Gauchão e também na Libertadores da América. Porém, pelas poucas vezes que o time alternativo foi escalado até o momento, além das outras opções, foi pouco testado. O porte físico também é elogiado internamente. Com um calendário mais condensado, certamente, ganhará mais chances.

Confira os números de cada meia -atacante em 2020:

Jean Pyerre: 2 partidas

Thiago Neves: 7 partidas e 1 gol marcado

Patrick: 7 partidas

Isaque: 3 partidas

Grêmio, Titular, Temporada, Meias

Grêmio divulga balanço financeiro dos meses de janeiro a março de 2020

Leia também: Grêmio quer fatia de R 120 milhões milhões de parceiros para vender Cebolinha ao Napoli





Comentários



Beto Filho     

Diego Souza pode não agradar muita gente sendo o 9 mas é o que temos no momento não tem a necessidade de improvisar esquema tático

No Estadual J.Pyerre e T.Neves no chamado falso nove

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Leia também

30/5/2020









29/5/2020