OFF - EPTC e BM estudam maneiras de manter Caminho do Gol nos jogos da dupla Gre-Nal

Trajeto até o Beira-Rio seria o mesmo da Copa do Mundo. Caso da Arena é mais complicado


Fonte: Diário Gaúcho

Trajeto entre o Centro Histórico e o Beira-Rio foi palco para a festa de diferentes torcidas na Copa
Foto: Mateus Bruxel / Agencia RBS


A Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) e a Brigada Militar estudam maneiras de manter o Caminho do Gol em Porto Alegre. Ontem o prefeito José Fortunati garantiu, em um evento com jornalistas, que a iniciativa será utilizada em alguns jogos da dupla Gre-Nal. Nas próximas semanas, reuniões entre as entidades definirão o funcionamento do evento na cidade.

O trajeto de 3,5 quilômetros entre o Largo Glênio Peres, no Centro Histórico de Porto Alegre, e o Estádio Beira-Rio poderá receber festas semelhantes àquelas protagonizadas pelas torcidas de nove países diferentes nos cinco jogos da Copa do Mundo de 2014 na cidade. Segundo o diretor-presidente da EPTC, Vanderlei Cappellari, a participação dos porto-alegrenses no evento surpreendeu.

— A nossa população aderiu plenamente à idéia, e nós temos que aproveitar isso. Não somente a parte do deslocamento até o estádio, mas oferecendo também a mesma estrutura e atrativos que foram vistos durante a Copa do Mundo — afirmou Cappellari.

Para partidas do Grêmio, o processo será mais complicado, mas deverá ser realizado. No entorno da Arena, algumas obras de mobilidade ainda estão inacabadas e dificultam a implantação de um trajeto semelhante ao visto para o Beira-Rio. Entre elas, está a duplicação da Avenida A.J. Renner, uma das principais vias da região.

— Uma caminhada do Centro da cidade até a Arena seria uma distância muito grande. Precisará ser definido um perímetro mais próximo. Realizar um Caminho do Gol também para os jogos do Grêmio é uma possibilidade que a gente não vai perder de vista — indicou o diretor-presidente da EPTC.

Procuradas, as assessorias de imprensa de Inter e Grêmio informaram que o projeto de manutenção do Caminho do Gol, por ser muito novo, ainda não foi trabalhado nos clubes.

Menor transtorno, menor contingente

Foto: Ronaldo Bernardi/Agência RBS

Durante os jogos da Copa do Mundo em Porto Alegre, cerca de mil funcionários da EPTC estiveram espalhados pela cidade montando bloqueios de trânsito e auxiliando motoristas e pedestres. Para as novas edições do Caminho do Gol, o impacto na cidade será menor.

— O número de fiscais seria bastante reduzido. Serão mais acessos sem restrição, os motoristas poderão chegar de carro até os estacionamentos dos estádios, impactando menos o trânsito da cidade — informa Cappellari.

Dos mil funcionários da EPTC mobilizados durante os jogos da Copa, 600 eram fiscais de trânsito. A partir de agora, o número de profissionais deverá ficar entre 20 e 30. Os bloqueios para garantir o deslocamento tranquilo dos pedestres pelo Caminho do Gol, que para o Mundial eram realizados seis horas antes de cada jogo, poderão ser montados apenas duas horas antes das partidas de Inter e Grêmio.





VEJA: Clique aqui e veja as promoções que a Network BG preparou para você acompanhar todos os jogos da temporada

LEIA TAMBÉM: Renato tem renovação para 2020 próxima de ser concretizada

Clique aqui e confira séries, comentários, filmes e tudo sobre futebol! Teste agora!<\a>



Comentários




Leia também

6/12/2019












5/12/2019