Com gol no fim, Grêmio bate Internacional e se garante na final do Gauchão


Fonte: UOL Esporte

Foto: Pedro H. Tesch/AGIF
O Grêmio encontrou dificuldades mesmo com um a mais, mas venceu o Internacional por 1 a 0, hoje (15), no Beira-Rio, e jogará a final do primeiro turno do Gauchão.



Os comandados de Renato Gaúcho esperam o vencedor da outra semifinal entre Caxias e Ypiranga, que acontece amanhã (16), às 16h (de Brasília).

A próxima partida do Colorado é na próxima quarta-feira (19), contra o Tolima, na Colômbia, às 21h30, pela Libertadores.

Quem foi mal: Damián Musto

Volante foi expulso nos acréscimos do primeiro tempo ao puxar Diego Souza no meio-campo e evitar contra-ataque letal. Antes, ficou quase como figura decorativa por ficar mais atrás em relação aos próprios zagueiros. O cartão vermelho tirou oficialmente ele do jogo.

Inter naufraga no modelo de Coudet

A saída de três, D'Alessandro no ataque e o meio-campo intenso não funcionaram. O Inter fez um clássico pálido. A posse de bola manteve o padrão do ano: inócua. Sem criar nenhuma chance real de gol, o time colorado ainda sofreu com erros defensivos. Saiu para o intervalo podendo comemorar o empate.


Grêmio domina mesmo com nova formação

Renato Gaúcho montou o Grêmio com três volantes, fechou espaços à frente da área e explorou Diego Souza como pivô na frente. O resultado foi o domínio do jogo, mesmo com a formação diferente e na casa do rival. No primeiro tempo, o time gremista perdeu duas chances incríveis para balançar as redes. E quando balançou, também por duas vezes, viu os lances serem (bem) anulados por impedimento.

Bruno Fuchs estreia na fogueira

Considerada joia da base do Internacional, o zagueiro desbancou Rodrigo Moledo para ajudar a construção do jogo desde o início do campo. Na teoria era isso, mas na prática foi bem diferente. Com vários erros de passe e derrota em divididas, Fuchs se mostrou nervoso e foi cobrado pelos companheiros.

O jogo

Logo aos 4 minutos do primeiro tempo, Everton Cebolinha fez ótima jogada individual e deixou Alisson na cara do gol. O atacante tentou o passe para Diego Souza completar para o gol livre, mas foi curto demais e o lateral Moisés conseguiu fazer a interceptação. Everton chegou a balançar a rede duas vezes na primeira etapa, aos 37, após passe de Diego Souza, e aos 48, no cruzamento de Bruno Cortez. No entanto, em ambos os lances, os assistentes estavam em posição irregular. O primeiro tempo, recheado de acontecimentos, ainda reservou espaço para a expulsão de Damián Musto, que levou o segundo amarelo, aos 47, após parar contra-ataque do Tricolor gaúcho.



Na etapa final, mesmo com um jogador a menos, o Internacional conseguiu criar boas oportunidades para abrir o placar. Aos 8 e aos 11, Edenílson obrigou Vanderlei a fazer duas defesas importantes. Um minuto depois, Cuesta aproveitou cobrança de escanteio e cabeceou uma bola que tirou tinta da trave. A resposta do Grêmio veio aos 16, quando Victor Ferraz cruzou e Thiago Neves cabeceou no pé da trave de Lomba. Aos 45, D'Alessandro cruzou na entrada da área e Edenílson finalizou por cima do gol de Vanderlei, mas levou perigo. Aos 46, Diego Souza aproveitou cruzamento de Everton e completou pro fundo do gol, sem chances para o goleiro. Aos 49, Cuesta cruzou e Guerrero cabeceou para uma bela defesa de Vanderlei.


Grêmio, Gauchão, Gre-Nal, Final, Internacional, Imortal

Grêmio mantém goleiro da seleção sub-23 no time B

Leia também: Grêmio negocia valor final do empréstimo de Caio Henrique com Atlético de Madri





Comentários



Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Leia também

3/6/2020



2/6/2020