O que vale o Gre-Nal para o Grêmio

Em caso de eliminação na semifinal, Tricolor ficaria 14 dias sem disputar partidas oficiais


Fonte: GaúchaZH

Derrota para o Aimoré, neste domingo, fez o Grêmio cruzar o caminho do rival Inter antes da final do primeiro turno Lucas Uebel / Grêmio
Além do gosto amargo por não ter assumido a liderança do Grupo B, a derrota para o Aimoré neste domingo (9) colocou o Inter no caminho gremista pela semifinal do primeiro turno do Gauchão.



Uma vitória no clássico, ainda mais na casa do tradicional rival, servirá para que o Grêmio dissipe qualquer questionamento sobre a equipe. No entanto, um tropeço terá efeito contrário.

— Eu não quero pensar na perspectiva de tropeço. Vamos com muito otimismo para o Beira-Rio — comentou o vice-presidente de futebol tricolor, Paulo Luz.

Surpreendente seria se alguém, dentro do clube, falasse publicamente sobre uma eventual derrota. Contudo, é bom ter uma real noção das implicações que uma eliminação precoce pode trazer. Este exercício dita a importância do Gre-Nal na vida tricolor.

Críticas

Caso não chegue à final do primeiro turno, o Grêmio ficaria 14 dias sem ter uma partida oficial para disputar. Ou seja, só voltaria a campo no dia 29 de fevereiro, na abertura do segundo turno, ao receber o Juventude na Arena.

O que poderia ser interpretado como um descanso para o time titular, pode representar exatamente o oposto. Seriam duas semanas de críticas e análises negativas por conta de uma derrota sofrida para o arquirrival.

Calendário apertado

Além disso, é evidente que o Grêmio aposta todas suas fichas na conquista do primeiro turno para já se garantir na finalíssima do torneio estadual. O fato de Renato Portaluppi ter escalado titulares nas cinco rodadas comprova isso. Sendo assim, caso não alcance seu objetivo, o Tricolor terá uma série de jogos decisivos no mês de março.

Depois de estrear na Libertadores no dia 3, contra o América de Cali, na Colômbia, o time teria de ir até a zona sul do Estado para encarar o Pelotas cinco dias depois. E a sequência desgastante seguiria, com a possibilidade de ter mais dois Gre-Nais pela frente — no dia 12, na Arena, pela fase de grupos do torneio continental, e no dia 21, no Beira-Rio, pelo segundo turno do Gauchão. Diante desta perspectiva, é difícil imaginar que Renato continue sem preservar seus titulares.

Portanto, para ter um mês de março menos tenso, é melhor garantir no armário a Taça Coronel Ewaldo Poeta. E tudo isso passa pelo Gre-Nal do próximo fim de semana.



Confira a sequência de jogos do Grêmio para março:

3/3 - América de Cali, na Colômbia (1ª rodada da fase de grupos da Libertadores)

8/3 - Pelotas, na Boca do Lobo (2ª rodada do segundo turno do Gauchão)

12/3 - Adversário vindo da pré-Libertadores, na Arena (2ª rodada da fase de grupos)

15/3 - São Luiz, na Arena (3ª rodada do segundo turno do Gauchão)

18/3 - Universidad Católica, no Chile (3ª rodada da fase de grupos da Libertadores)

21/3 - Inter, no Beira-Rio (4ª rodada do segundo turno do Gauchão)

25/3 - Ypiranga, na Arena (5ª rodada do segundo turno do Gauchão)

Grêmio, Gre-Nal, Clube


PALMEIRAS CAMPEÃO MUNDIAL? SÃO PAULO CAMPEÃO DA COPA DO BRASIL? PALPITES PARA O ANO DE 2020

VEJA: Clique aqui e veja as promoções que a Network BG preparou para você acompanhar todos os jogos da temporada

LEIA TAMBÉM: Grêmio nega propostas de saída por Jean Pyerre e Everton

Clique aqui e confira séries, comentários, filmes e tudo sobre futebol! Teste agora!<\a>



Comentários



Miguel Saldnha     

Se não ganhar o grenal domingo vamos ficar fora da final do gaúcho porque com time misto não ganhamos dos times do interior

Alexandre Souza     

Mal começou o ano e já estão criticando duramente o trabalho do Grêmio estão esquecendo que tá faltando peça no time depois que estiver todos aí vamos ver se o time vai render ou não vamos esperar

Luiz Contiero     

Os outros clubes já mandam embora um treinador desses

Luiz Contiero     

Tem que ameaçar de despedir esse teimoso se continuar cagando.

Permanência do Renato

A vaca foi pro brejo, mais um ano sem nada

Anderson Dias     

Bah, já no gauchão e estamos assim... Está mais do que na hora do Renato ficar quietinho e trabalhar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Leia também

25/2/2020











24/2/2020