Recopa Gaúcha: Grêmio e Pelotas decidem título neste domingo

Decisão ocorrerá a partir das 16h, na Boca do Lobo


Fonte: GaúchaZH

Técnico Thiago Gomes conversando com a equipe de transição do Grêmio Rodrigo Fatturi / Grêmio/Divulgação
Um time de meninos defende o título do Grêmio na Recopa Gaúcha a partir das 16h deste domingo (19), na Boca do Lobo, em Pelotas, contra os donos da casa. Como o grupo principal tricolor iniciou a pré-temporada há pouco mais de uma semana e sequer treinou sob o comando de Renato Portaluppi em 2020, já que o técnico retorna à ativa apenas na segunda-feira, ficou definido que a transição atuaria na primeira decisão do ano do clube.



— A gente chega muito bem preparado, sabe da dificuldade que é enfrentar o Pelotas na Boca do Lobo, e eu mais do que ninguém, porque iniciei o projeto que subiu a equipe para a Primeira Divisão. Teremos um grande desafio, mas os meninos estão se preparando muito bem — destacou o técnico Thiago Gomes, que comandará a equipe contra o Pelotas, clube que ele treinou em 2017, antes de chegar ao Grêmio.

Ainda que seja um aglomerado de jovens atletas, há nomes conhecidos dos torcedores para o jogo no Sul no Estado. Três jogadores foram liberados dos treinos com o grupo principal para atuarem em Pelotas: o zagueiro Rodrigues, o volante Darlan e o meia Patrick. Além deles, o goleiro Brenno também já integra o elenco profissional, mas desde o início dos trabalhos da transição com foco nesta temporada já estava sob o comando de Thiago Gomes.

Somam-se a eles destaques das categorias de base do clube, como os laterais Felipe e Guilherme Guedes, os volantes Jhonata Varela e Matheus Frizzo, o meia Isaque e o atacante Ferreira. Um dos garotos, no entanto, tem chamado atenção: Jhonata Robert.

O meia-atacante de 20 anos teve um 2019 de saltar aos olhos. Foram 37 jogos e 12 gols marcados atuando pelos times de base e transição do clube. Mas foi na Copa Ipiranga, disputada no fim do ano no Rio Grande do Sul, que ele ficou em evidência. Foi o artilheiro na conquista tricolor, com cinco gols em seis jogos.

— Depois do que aconteceu na transição, o título que a gente perdeu (para o Inter, na final do Brasileirão de Aspirantes), descemos para dar o nosso melhor. Também era o último ano na categoria júnior e fiquei muito feliz. Me dediquei, botei na cabeça que eu tinha de dar o melhor desde o início da competição e foi o que eu fiz. Fiquei muito feliz, principalmente porque ajudei a equipe a conquistar o título — afirmou o garoto.

Para Jhonata Robert, esta temporada poderá ser de consolidação. Quem sabe, com o título da Recopa Gaúcha dando início a uma trajetória vencedora no clube, assim como fizeram Marcelo Grohe, Luan, Arthur, Pedro Rocha, entre tantos outros jogadores revelados pelo Tricolor.

— Espero que 2020 seja um ano em que eu possa ter oportunidades no Gauchão, possa conquistar meu espaço, quem sabe até ser campeão gaúcho. Daí em diante, quero mostrar meu futebol na equipe profissional — disse o guri, que tem uma deficiência auditiva que lhe reduz a 70% a capacidade em cada um dos ouvidos.

Nada que atrapalhe o rendimento do atleta, que já teve até mesmo sondagens de clubes europeus e foi comprado pelo Grêmio em definitivo no início de 2019. Quanto ao problema físico, relata que nasceu com a deficiência e que não gosta muito de falar sobre o assunto.

— Não prejudica. Às vezes é difícil, mas uma das coisas que aprimorei foi prestar atenção nas coisas, estar mais ligado. Uma coisa ajudou a outra — finalizou a promessa tricolor.

Para o jogo de domingo, Thiago Gomes deverá mandar a campo um time com Brenno; Felipe, Ruan, Rodrigues e Guilherme Guedes; Matheus Frizzo (Jhonata Varela) e Darlan; Jhonata Robert, Patrick e Ferreira; Isaque.

Adversário reforçado

Rival do Grêmio no domingo, o Pelotas classificou-se para a Recopa Gaúcha graças ao título da Copa Seu Verardi em 2019. Ainda que tenha mantido uma base vencedora, o time do Sul do Estado reforçou o elenco com oito contratações, como o meia Felipe Guedes e o atacante Tadeu. Além dos novos nomes dentro de campo, o clube amarelo e azul confia na manutenção do técnico Antônio Picoli, que comanda a equipe desde outubro do ano passado.

Como preparação para a primeira decisão do ano, o Pelotas realizou três amistosos. Dois deles, inclusive, contra times de categorias inferiores do Grêmio — primeiro contra o sub-20, quando venceu por 1 a 0, e depois contra o sub-23, quase o mesmo que enfrentará no fim de semana, quando empatou em 1 a 1. Além disso, perdeu para o Esportivo por 1 a 0.



No Gauchão de 2019, o time pelotense fez uma campanha que serviu apenas para evitar o rebaixamento. O clube foi nono colocado e não conseguiu chegar às fases finais da competição. Para 2020, as pretensões são mais ousadas.

— O time juntou os remanescentes do título do ano passado e jogadores experientes. Apesar disso, perdeu dois atletas importantes do elenco: o goleiro Matheus Claus, que foi para o Bahia, e o atacante Giovanni Gomez, negociado com o Remo. Nesse time, eu destacaria o meio-campista Wallacer, o volante Vacaria e o atacante Jô, que teve passagem inclusive pelo Inter — afirmou Matheus Trindade, repórter da RBS TV em Pelotas.

Assim, a equipe para a Recopa Gaúcha deverá ter Douglas; Osvaldir, Negretti, Vitão e Tatto; Thiago Costa e Matheus Santana; Hugo Sanches, Wallacer e Juliano; Tadeu (Hugo Almeida).

Grêmio se afunda ainda mais em noite terrível no Chile e sente clamor por mudanças

Grêmio é recebido com protesto na Arena após derrota na Libertadores





Comentários



Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Leia também

19/9/2020











18/9/2020