Edilson admite desejo de retornar ao Grêmio e diz que vai tentar liberação do Cruzeiro

Saída do lateral-direito da Toca da Raposa é tida como iminente, em função do alto salário e da falta de clima com o torcedor, que o vê como um dos principais responsáveis pelo rebaixamento


Fonte: Globo Esporte

Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro
O lateral-direito Edilson falou abertamente sobre o desejo de retornar ao Grêmio, de onde saiu no início de 2018 para defender o Cruzeiro. Em entrevista à Rádio Liberdade, o jogador disse que tentará a liberação junto ao clube mineiro, onde se reapresentará nesta segunda-feira, com o restante do elenco.



LEIA TAMBÉM:Veja cinco desafios que o Grêmio deve enfrentar em 2020


- Casa eu já tenho em Porto Alegre (risos). Mas independentemente de tudo, tenho que voltar para Belo Horizonte, tenho contrato com o Cruzeiro. Tenho que me apresentar. De repente, posso retornar. Mas isso o Gilmar (Veloz, empresário do jogador) vai conversar com o Klauss (Câmara, diretor de futebol do Grêmio). Mas a vontade, sempre deixei claro, por ter um carinho muito grande pelo Grêmio, é de um dia retornar. E esse seria um grande momento, por tudo o que vem acontecendo”

“Seria muito bom retornar ao Grêmio. Mas hoje tenho contrato com o Cruzeiro, vou me reapresentar e tentar minha liberação lá. Tenho um desejo de retornar ao Grêmio, sim”

A saída de Edilson do Cruzeiro é tida como iminente. Além de receber cerca de três vezes mais que o teto salarial estabelecido no clube para 2020, o lateral não tem mais clima para seguir em Belo Horizonte, já que é considerado pelos torcedores como um dos vilões da equipe em 2019, que terminou com o rebaixamento à Série B do Brasileiro.

A parceria com o técnico Renato Gaúcho facilitaria a contratação. O treinador, inclusive, tem mantido contato com o lateral. Para que Edilson retorne ao Rio Grande de Sul, há duas questões a resolve. O Grêmio atrela a volta do jogador a uma redução no salário, já que foi para o Cruzeiro com um aumento significativo em relação ao que recebia em Porto Alegre, há três anos. Baixar os vencimentos não seria problema para o jogador.

Existe também o lado do Cruzeiro, que não se opõe à liberação do lateral. Mas os mineiros atrelam a saída de Edílson ao perdão da dívida que o clube tem com o jogador por salários atrasados.

O presidente do Grêmio, Romildo Bolzan Júnior, já explicitou que procura mais um lateral-direito além de Victor Ferraz, contratado junto ao Santos. Léo Moura e Galhardo não tiveram seus contratos renovados e deixaram o Rio Grande do Sul. O titular da posição, Leonardo, só deve voltar aos gramados na metade do ano após passar por cirurgia no joelho direito.



Grêmio,dívida, Edilson, Cruzeiro,

Grêmio se afunda ainda mais em noite terrível no Chile e sente clamor por mudanças

Grêmio é recebido com protesto na Arena após derrota na Libertadores





Comentários



Edilson assuma a m... que vc fez ao trocar o Imortal pelo cruzeiro, agora jogue a serie b, honre seu contrato.

Eloi Burnier     

Mais Vão rachar uma lenha se este bosta vir eu Largo mão

Edilson e jogador de série B fica no Cruzeiro

Rodnei Vaz     

vc que quis sair do grêmio Edilson porque nao fica no Cruzeiro e joga a série b

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Leia também

19/9/2020











18/9/2020