conheça Kazu, o lateral que o Grêmio quer ampliar empréstimo e o Coxa quer André e Lima


Fonte: Gazeta Esportiva

O nome do lateral-esquerdo Kazu ganhou notoriedade no mercado nos últimos dias por estar atrelado a um possível negócio entre Grêmio e Coritiba. Isso porque o time gaúcho poderia ceder o centroavante André e o meia Lima aos paranaenses para seguir com o jovem de 19 anos em 2020. Mas afinal, quem é ele?



Kazu surgiu com destaque nas categorias de base do Coxa e foi emprestado ao Tricolor até o fim deste ano. O Grêmio prioriza manter o garoto para seguir a evolução mais de perto, pois ele sofreu com lesões em 2019 e pouco mostrou seu potencial na equipe de transição. O valor de compra, porém, é considerado alto.

No início desta semana, o presidente do Coritiba, Samir Namur, citou interesse do clube em dois jogadores do Grêmio, sem revelar os nomes. O vice-presidente tricolor, Cláudio Oderich, apontou que André seria um dos alvos. Conforme apurou o GloboEsporte.com, o outro seria Lima, que atuou pelo Ceará no Brasileirão.

Contudo, em contato com o GloboEsporte.com, o presidente Romildo Bolzan Júnior rechaçou a possibilidade de envolver os atletas no negócio.

Apelido japonês

O apelido de Kazu não é mera coincidência com a história do Coritiba. Afinal, Christian Kendji Wagatsuma Ferreira tem descendência japonesa. Ganhou o apelido pelas semelhanças com Kazuyoshi Miura, que passou pelo Coxa e também pelo Santos nos anos 90.

Aos 50 anos, o Kazu "original" está em atividade no Japão e se tornou o jogador mais velho a marcar um gol no país em 2017.

Início no Coxa

O garoto Kazu atuou no Coritiba desde os 11 anos. Evoluiu tanto que acumulou convocações para seleções de base - inclusive, foi campeão do Sul-Americano sub-15, em 2015.

O clube paranaense decidiu emprestá-lo ao Grêmio para que tivesse mais rodagem e, quem sabe, voltasse com condições para disputar posição no time principal. Porém, até o momento, o futuro aponta que o destino de Kazu será em solo gaúcho.

Evolução freada por lesões
O alto rendimento mostrado no Coritiba despertou o interesse do Grêmio, que o contratou em agosto de 2018, em um empréstimo de um ano e meio com opção de compra no fim do vínculo. Kazu é do Coxa até o fim de 2021.

Apesar da expectativa alta do Tricolor, a evolução do lateral foi freada por lesões, principalmente nesta temporada. No início do ano, na Copa São Paulo, teve ruptura do ligamento colateral do joelho esquerdo.

Voltou quatro meses depois. Mas teve pelo menos três lesões musculares que dificultaram sua sequência de jogos.

Entretanto, a avaliação interna é que o garoto tem potencial para se tornar profissional.

Projeção para 2020

Enquanto aguarda o desfecho da negociação, Kazu trata lesão em uma das panturrilhas em Curitiba. Até por isso, não deve iniciar o Gauchão, caso fique no Grêmio. Guilherme Guedes, que retornou de empréstimo à Ponte Preta, é a opção.



Conforme apurado pelo GloboEsporte.com, a intenção do Grêmio é fechar negócio pelo lateral até a próxima segunda-feira, com troca de jogadores ou não. No momento, o valor estipulado por 100% dos direitos econômicos de Kazu é R$ 4 milhões.

Grêmio, Kazu


PALMEIRAS CAMPEÃO MUNDIAL? SÃO PAULO CAMPEÃO DA COPA DO BRASIL? PALPITES PARA O ANO DE 2020

VEJA: Clique aqui e veja as promoções que a Network BG preparou para você acompanhar todos os jogos da temporada

LEIA TAMBÉM: Grêmio nega propostas de saída por Jean Pyerre e Everton

Clique aqui e confira séries, comentários, filmes e tudo sobre futebol! Teste agora!<\a>



Comentários




Leia também

24/2/2020









23/2/2020







CAMPEONATO GAÚCHO - 11:51 (3)

Grêmio foca na continuidade do Campeonato