[COMENTE] Como você avalia o desempenho do Grêmio na vitória diante do São Paulo?


Fonte: -

Foto: Lucas Uebel | Grêmio FBPA
Durante todo o primeiro tempo da partida contra o São Paulo neste domingo, o Grêmio apresentou um futebol burocrático e sem criatividade na Arena. Mas, em apenas sete minutos no começo na etapa complementar, construiu uma vitória importante e garantiu vaga na fase de grupos da Libertadores do próximo ano. Com gols de Luciano, duas vezes, e Vitor Bueno (contra), o Tricolor gaúcho venceu o paulista por 3 a 0, pela 36ª rodada. Nós queremos saber: como você avalia o desempenho gremista na vitória contra o São Paulo?



Erros e baixa criatividade marcaram o primeiro tempo das duas equipes. Sem criatividade, os tricolores mostraram futebol sonolento, o que resultou em poucas chances de abrir o marcador por ambas as partes. Pelo lado do São Paulo, o goleiro Paulo Victor fez grande defesa em chute de fora do goleiro Bruno Alves. Pela equipe da casa, Pepê, na entrada da pequena área.

A situação mudou no segundo tempo. Em menos de um minutos, o São Paulo quase abriu o marcador. Mas o jogo virou e quem fez três gols rapidamente foi o time de Porto Alegre. Com o resultado, o Grêmio chega a 62 pontos e é o quarto colocado. Independente dos resultados das duas últimas rodadas, o time não sai mais do G6, uma vez que o Inter, sétimo colocado, alcança no máximo a 60. O próximo compromisso do Tricolor é contra o Cruzeiro, quinta-feira, às 19h15min, na Arena. O São Paulo ficou com com 54, em sexto.

Pressionado no meio campo nos minutos iniciais, o Grêmio começou o jogo com muitos erros de passe do setor. Sem conseguir se articular e se lançar ao ataque, em sete minutos, o Tricolor gaúcho recuou três vezes para o goleiro Paulo Victor, que afastou mandando chutões para longe. Mesmo assim, o time de casa buscava maior projeção ofensiva, principalmente nas jogadas individuais. Aos 12, Pepê arrancou em velocidade, foi desarmado, mas a bola sobrou para Luciano. O atacante devolveu para o camisa 25, que entrou na área, tentou drible contra Bruno Alves e perdeu novamente a posse.

Pelo lado dos paulistas, a dificuldade era passar pela zaga. Sem perigos, os visitantes tentavam chegar na área gremista com Pablo como homem de referência, mas também erravam muito. O time teve sua melhor chance com Bruno Alves aos 25 minutos, quando o zagueiro ganhou de Maicon na velocidade e arriscou de longe, fazendo Paulo Victor se cair para a direita para espalmar pela linha de fundo.

Em um primeiro tempo sem muito brilhantismo, coube a Everton ser a válvula de escape da equipe de Renato. Veloz e com ousadia para tentar jogadas individuais, o Cebolinha criou boas oportunidades para abrir o placar. Em uma falta sofrida pelo craque do grupo, Alisson fez a cobrança alta e Luciano desviou de cabeça, por cima do travessão. Mais centralizado, também trocava de posição com Pepê, buscando confundir a defesa paulista.

Foi numa dessas jogadas que Pepê quase abriu o marcador. Aos 38, Alisson encontrou Maicon na entrada da área, e volante viu o camisa 25 entrando em velocidade por entre a zaga e fez o passe. Ele fez o domínio, mas a bola ficou muito a frente, atrapalhando o chute de direita que passou rente à trave. E foi só. Com maus desempenhos, nenhuma das equipes conseguiu abrir o marcador e aproveitar as pouquíssimas chances que tiveram.

Grêmio constrói vitória rapidamente

Sem modificações nas escalações, os times entraram em campo com um espírito diferente, e os minutos iniciais da metade completar tiveram mais emoção que o primeiro tempo inteiro. O relógio marcava 46 segundos quando Pablo dividiu na entrada da área ao tentar o chute, e a bola sobrou para Igor Gomes. Ele tentou o arremate, batendo forte e com desviou na zaga, passando próximo ao gol. Em uma resposta rápida, Everton ganhou do marcador na velocidade e buscou Pepê, mas, sem capricho no passe, a bola cruzou a área. Aos 3, foi de novo a vez do São Paulo, que chegou forte, porém sem conseguir abrir o placar.

Aos 8 minutos, Alisson foi derrubado na área após passe de Everton, e arbitragem marcou penalidade. Luciano foi para a cobrança, deslocou o goleiro e abriu o marcador na Arena, aos 10. A torcida ainda comemorava quando o Tricolor gaúcho partiu novamente para o ataque, e Cebolinha foi derrubado na intermediária esquerda. De esquerda, Alisson cobrou direto a gol, a bola desviou em Vitor Bueno e traiu o goleiro Tiago Volpi, indo para o fundo das redes. Grêmio, 2 a 0.

Os paulistas sentiram, e o Grêmio aproveitou para ampliar ainda mais, em uma jogada de característica do time sob o comando de Renato. Com intensa troca rápida e curta de passes, Alisson avançou pela direita e achou Pepê, que acionou Maicon. O volante faz a assistência para Luciano, que adentrou a área e deu um toque sem chances para o goleiro.

Com o placar encaminhado, o comandante gremista mexeu no time. Tirou Maicon e Luciano para entrarem Vizeu e Darlan. Do lado paulista, o meia central Vitor Bueno deu lugar ao atacante Helinho. Ainda que tentasse partir para cima, a mudança não surtiu efeito para os adversários, que paravam na zaga gremista.

O Grêmio também não estava satisfeito e queria ainda mais. Tentou com Everton, que viu Volpi fechar o ângulo e impedir mais um gol. Com a “goleada em sete minutos”, Renato ainda de uma chance para o lateral Ferreira, de 21 anos, fazer sua estreia no time principal. Mas o placar e destino da partida já estavam selados: 3 a 0 e vaga assegurada na fase de grupos da Libertadores do próximo ano.



Diz aí, o que achou do futebol apresentado pelo Imortal no duelo de Tricolores?

Grêmio, Comente, Brasileirão, Imortal, São Paulo

VEJA: Clique aqui e veja as promoções que a Network BG preparou para você acompanhar todos os jogos da temporada

LEIA TAMBÉM: Renato tem renovação para 2020 próxima de ser concretizada

Clique aqui e confira séries, comentários, filmes e tudo sobre futebol! Teste agora!<\a>



Comentários




Leia também

11/12/2019




10/12/2019