Não assistiu ao jogo? Leia aqui o resumo e veja como foi a partida entre Grêmio 2x1 CSA


Fonte: LANCE

Foto: Lucas Uebel
Em jogo que acabou com contornos bem mais emocionantes do que denotava no seu início, o Grêmio passou pelo CSA por 2 a 1 jogando na Arena. Com o resultado positivo, se garantiu, graças a derrota do São Paulo contra o Fluminense, dentro do G4 no quarto posto tendo 53 unidades.



Por outro lado, o time de Maceió está em 18° com 29 pontos e vê a dianteira do primeiro time fora da zona de rebaixamento, o Cruzeiro, aumentar para cinco unidades.

ABRIU CEDO A CONTAGEM

Usando uma de suas armas mais fortes, a velocidade de Everton, o Grêmio conseguiu, logo nos primeiros minutos da primeira etapa, a abertura do marcador com Diego Tardelli. O camisa 11 disparou pelo lado esquerdo do plano ofensivo e, depois de levantar a cabeça, cruzou de perna esquerda para o número 9 do Tricolor chegar batendo onde João Carlos até chegou a encostar na bola, mas sem evitar que ela estufasse as redes do time de Maceió.

O Grêmio não era sufocante no ataque, preferindo demonstrar mais paciência para fazer o trabalho de bola tentando buscar o melhor momento de acelerar as jogadas e chegando de maneira perigosa quando Alisson aproveitou o erro do Azulão na saída de bola e chutou forte pra intervenção complicada de João Carlos. Entretanto, o confronto caminhava de maneira bastante tranquila aos anfitriões pelo fato de que o poder ofensivo do CSA era totalmente neutralizado seja pela estrutura de marcação gremista ou mesmo por erros no momento dos alagoanos concluírem a jogada.

Pela primeira vez fazendo funcionar uma tabela no campo de ataque, o lateral-esquerdo Euller foi muito bem tocando e recebendo rapidamente de Didira para, na hora de bater, mandar bola cruzada que passou perto da trave esquerda de Paulo Victor. Oportunidade que assustou o time da casa já aos 31 minutos de jogo.

Em meio a uma volta de intervalo semelhante a tônica da partida com o Grêmio superior em posse de bola, mas sem ser muito perigoso frente a meta de João Carlos, o CSA se animou e conseguiu assustar de novo a meta gaúcha. Após cruzamento de Euller onde o rebote da zaga gremista caiu nos pés do meio-campista Jean Cléber, o jogador do time alagoano bateu firme, no alto, exigindo boa defesa de Paulo Victor que mandou pra escanteio.

A posse de bola do Imortal seguia bastante superior e o time conseguia chegar com facilidade as imediações da área do Azulão. Contudo, no momento de achar os passes mais verticais que furassem a linha de marcação alagoana, erros individuais e momentos onde por vezes denotavam preciosismo prejudicavam a efetividade do time gaúcho que não conseguiu aumentar a vantagem.

Se aproveitando da falta de "apetite" do Tricolor, o CSA ia aos poucos tentando criar suas chances e, na base da bola parada, o time de Argel Fucks chegou ao empate. O lateral-esquerdo Rafinha, batendo com bastante precisão por cima da barreira, mandou no extremo canto esquerdo de Paulo Victor.

Desesperado para conseguir o triunfo que lhe daria um espaço dentre os quatro primeiros colocados do Brasileirão, o Grêmio conseguiu tempo para, em cruzamento partido da esquerda por parte de Everton, Ronaldo Alves tocou contra o próprio patrimônio de cabeça e garantiu uma suada vitória na Arena.



Veja os melhores lances da vitória gremista:



Grêmio, Resumo, Brasileirão, Imortal, CSA

VEJA: Clique aqui e veja as promoções que a Network BG preparou para você acompanhar todos os jogos da temporada

LEIA TAMBÉM: Em 25 dias, as mudanças no Grêmio até novo duelo com Flamengo

Clique aqui e confira séries, comentários, filmes e tudo sobre futebol! Teste agora!<\a>



Comentários




Leia também

17/11/2019
















16/11/2019