Everton poderá renovar com o Grêmio, após novo aumento

O próprio atacante do Imortal confirmou as tratativas e brincou: "Poderia fazer um contrato vitalício"


Fonte: Terra

Lance!
Muito especulado para se transferir ao futebol europeu ainda na última janela de transferências, a proposta desejada por todas as partes em relação a Everton não veio. Com isso e o adendo dos constantes chamados e atuações pela Seleção Brasileira, o Grêmio trata de valorizar seu atleta e deve renovar novamente o contrato do atacante de 23 anos de idade.

Foi o próprio Cebolinha o responsável por confirmar a informação em entrevista coletiva dada após a confirmação de que estava na lista de convocados para defender novamente a Seleção nos amistosos diante de Senegal e Nigéria.


Chegando, inclusive, a brincar sobre quanto tempo seria renovado o acordo entre as partes. Atualmente, o vínculo do atacante tem duração até 2022.
- Bem encaminhado. Espero que no final dessa semana ou semana que vem isso possa ser resolvido. Até brinquei que poderia fazer um contrato vitalício - disse Everton.

A proposta financeiramente mais interessante que apareceu em meio a última janela foi do Beijing Guoan, da China, oferecendo 45 milhões de euros (na época equivalente a quase R$ 200 milhões) sendo diluídos em um acordo de empréstimo de € 5,5 milhões imediatos e mais € 39,5 milhões que seriam pagos em janeiro.

O clube gaúcho rebateu pedindo 60 milhões de euros (na época R$ 264,6 milhões) e entendendo que seria possível aceitar uma contra-oferta que chegasse a um meio-termo. Entretanto, como a resposta gremista veio "em cima da hora" perante ao tempo de encerramento do período de contratações no futebol chinês, não houve tempo para a negociação prosseguir.


VEJA: Clique aqui e veja as promoções que a Network BG preparou para você acompanhar todos os jogos da temporada

LEIA TAMBÉM: Após derrota no Ceará, Renato comenta sobre decisão contra o Flamengo: "Tudo pode acontecer"

Clique aqui e confira séries, comentários, filmes e tudo sobre futebol! Teste agora!<\a>



Comentários




Leia também

23/10/2019





22/10/2019