Datafolha divulga o novo ranking das torcidas no futebol brasileiro; confira

Flamengo aparece em primeiro lugar, seguido por Corinthians e São Paulo. Mas há variáveis importantes de renda, cor e região


Fonte: Goal.com

(Foto: Reprodução TV)
O Instituto Datafolha divulgou nessa terça-feira (17) a pesquisa sobre as torcidas no Brasil. Ela elaborou um ranking geral, e depois outros três com variáveis de renda mensal, cor e região do país. O Flamengo domina quase todas as variáveis e confirma a ideia de ser a maior torcida do país, mas o número de pessoas que não torce para nenhum time chama a atenção.



A pesquisa da Datafolha foi realizada entre 29 e 30 de agosto e contou com 2.878 entrevistas realizadas em 175 municípios de todas as regiões do país.

RANKING GERAL

O Flamengo lidera a lista geral. Em todo o país, 20% das pessoas se dizem flamenguistas. A população brasileira hoje é de 209 milhões de pessoas, 20% desse número dá algo em torno de 41 milhões de torcedores do Rubro-Negro.

Na sequência chegam os times paulistas. O Corinthians em segundo lugar com 14%. O São Paulo tem 8% e o Palmeiras conta com 6% da população. 4% da população se diz torcedora do Vasco, ou do Cruzeiro, ou do Grêmio. O Santos e o Internacional aparecem com 3%.

Um dado curioso nesse ponto é que 2% da população (cerca de 4.1 milhões) diz torcer para a seleção brasileira. É a mesma porcentagem de torcedores do Atlético-MG.

Bahia, Sport, Botafogo, Fluminense, Fortaleza, Vitória, Santa Cruz e Ceará têm 1% da população ao seu lado. Dos times que não aparecem nominalmente nessa lista, soma-se 3%.

O Brasil é chamado o 'país do futebol', mas chama a atenção que 22% da população (45.9 milhões) diz não torcer para nenhum time, ou seja, o número de pessoas sem um clube do coração é maior do que a torcida do Flamengo, que é a maior do país.

POR COR

O Datafolha trabalhou com diversas variáveis e uma delas é a cor dos entrevistados. O Flamengo continua liderando em quase todas as cores: parda (23%), preta (24%), amarela (27%) e indígena (28%).

Entre os brancos, porém, o Corinthians leva vantagem com 16%, contra 13% do Fla. Nesse quesito, porém, a margem de erro é de três pontos, para mais ou para menos, por isso, pode se considerar que há um empate técnico.

Brancos e indígenas representam as duas cores com maior número de pessoas que não torce para nenhum time, com 23% e 29%, respectivamente.

Com 12%, os amarelos tem o menor percentual dos 'sem time'. Porém, com 4% representam a cor que mais tem torcedores da seleção brasileira.


POR RENDA FAMILIAR MENSAL


Nesse quesito, o Flamengo também é dominante, mas, assim como na cor, o Corinthians leva vantagem em uma das variáveis. O Rubro-Negro está na frente entre quem ganha até dois salários mínimos (22%), mais de dois a cinco salários mínimos (19%) e mais de 10 salários mínimos (24%). O Timão, porém, está na ponta entre quem ganha de cinco a 10 salários mínimos (17%). Mas nesse ponto, a margem de erro é de seis pontos percentuais para mais ou para menos, e como o Flamengo aparece com 16% é possível que os números se invertam.

O São Paulo aparece em terceiro lugar em todas as categorias. Enquanto Palmeiras, Grêmio e Vasco da Gama rivalizam pela quarta posição em cada uma das diferenças de renda familiar mensal.

Outro ponto curioso é que a maior porcentagem de torcedores da seleção brasileira (3%) está entre quem ganha até dois salários mínimos. Nas outras categorias de salários, todos eles aparecem com apenas 1%.

O maior número de pessoas sem time também está entre os que ganham menos (25%), enquanto o maior número nas outras categorias de sem time é de 19%.


POR REGIÃO


A massa flamenguista ganha força especialmente nas regiões Nordeste (27%), Centro-Oeste (29%) e Norte (39%). No sudeste, o maior número de torcedores se declara corintiano (18% contra 17% do Flamengo). Nesse ponto também é importante notar que a margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos.

A região que mais concentra os que não torcem para nenhum time é a Centro-Oeste, com 24% dos entrevistados afirmando que não têm nenhum clube do coração.



No Sul, o Flamengo conta com o apoio de apenas 4% da população. Nesse cenário se destaca, obviamente, as torcidas do Grêmio (23%) e do Internacional (17%).




Grêmio, Datafolha, Imortal, Tricolor

VEJA: Clique aqui e veja as promoções que a Network BG preparou para você acompanhar todos os jogos da temporada

LEIA TAMBÉM: Após derrota no Ceará, Renato comenta sobre decisão contra o Flamengo: "Tudo pode acontecer"

Clique aqui e confira séries, comentários, filmes e tudo sobre futebol! Teste agora!<\a>



Comentários




Leia também

23/10/2019





22/10/2019