Grêmio analisa contratar reforço especialmente para a Libertadores, repetindo feito de 2017


Fonte: UOL Esporte

Foto: Divulgação/Grêmio FBPA
O Grêmio estuda repetir a medida adotada em 2017 e contratar um reforço exclusivo para a reta final da Libertadores. Há duas temporadas, Cícero trocou o São Paulo pelo clube gaúcho e se mostrou decisivo na conquista do tricampeonato da América. Agora, a preocupação está na lateral direita, com a recente baixa de Leonardo, e meio-campo.



LEIA TAMBÉM: Quantos por cento de aproveitamento o Grêmio precisa ter para garantir uma vaga direta para a Libertadores? Confira

A possibilidade existe, mas é considerada difícil de se concretizar porque precisaria ser um 'negócio de ocasião'. Além disso, teria que ser uma operação rápida e que possa surgir a curto prazo.

O plano esbarra em questões legais e de mercado. A condição de jogo seria restrita aos duelos do mata-mata sul-americano, onde o Grêmio encara o Flamengo nos dias 2 e 23 de outubro. A primeira partida da semifinal da Libertadores será em Porto Alegre.

Depois, vem um aspecto que complica ainda mais. A maioria dos jogadores que atuam no Brasil tem perspectivas mais robustas até o final do ano. Em Porto Alegre, por exemplo, o reforço a ser contratado pode jogar no máximo três vezes: as duas partidas da semi e a eventual decisão da Libertadores, em Santiago (Chile).

O UOL Esporte apurou que o clube gaúcho tem monitorado jogadores sem espaço nos elencos da Primeira Divisão. A possibilidade de contratação de mais um reforço ainda não foi debatida de forma concreta com Renato Gaúcho. O treinador, contudo, já se mostrou favorável a negócios específicos.

Além de indicar Cícero em 2017, Renato foi entusiasta de uma investida por Thiago Neves às vésperas do recesso para Copa América. O meia-atacante já havia disputado a Libertadores e chegaria como reforço apenas para o Campeonato Brasileiro. Mesmo assim, havia intenção de buscar o jogador. As tratativas esbarraram em diferenças financeiras. Vale lembrar que o time gaúcho já havia tentado trazer o atleta antes do início desta temporada.

Lucas Silva, volante que rescindiu com o Real Madrid, é um nome que agrada vários dirigentes do Grêmio. O jogador, que esteve emprestado ao Cruzeiro, não se encaixa no perfil atual de possível reforço por já ter jogado a atual edição da Libertadores com o clube mineiro.

Além de Leonardo, que só volta a atuar em 2020 por conta de lesão no joelho direito, o Grêmio enxerga carência na função de volante. O sonho de consumo do clube era ter um substituto para Maicon - com características semelhantes às do camisa 8.

O regulamento da Libertadores permite que os clubes classificados às semifinais realizem duas trocas na lista de inscritos até 72 horas antes do primeiro jogo da penúltima fase do torneio. Foi este artigo que permitiu a inclusão de Cícero, por exemplo, em 2017.

Há dois anos, Cícero rescindiu com o São Paulo e assinou com o Grêmio no final de setembro. O jogador atuou nas duas partidas contra o Barcelona de Guayaquil, pela semifinal, e fez o gol da vitória no jogo de ida da final da Libertadores, diante do Lanús-ARG, em Porto Alegre.



O Grêmio volta a campo diante do Goiás, domingo, em Porto Alegre, pela última rodada do primeiro turno do Campeonato Brasileiro.

Grêmio, Libertadores, Leonardo, Mercado da bola, Tricolor

VEJA: Clique aqui e veja as promoções que a Network BG preparou para você acompanhar todos os jogos da temporada

LEIA TAMBÉM: Após derrota no Ceará, Renato comenta sobre decisão contra o Flamengo: "Tudo pode acontecer"

Clique aqui e confira séries, comentários, filmes e tudo sobre futebol! Teste agora!<\a>



Comentários




Leia também

23/10/2019




22/10/2019