OFF - Mundiais de Clubes de 2017 e 2018 podem ocorrer no Brasil, diz Valcke

Secretário-geral da Fifa elogia estrutura montada no país para a Copa do Mundo e diz que Índia e Emirados Árabes também querem sediar evento


Fonte: SPORTV

Jérôme Valcke, secretário-geral da Fifa, crê que Brasil pode sediar Mundial de Clubes (Foto: José Geraldo)

A Copa do Mundo ainda nem acabou e o Brasil já pleiteia sediar mais um evento Fifa. Em 2017 e 2018, o Mundial de Clubes pode voltar ao país que organizou a primeira edição da competição com a chancela da entidade máxima do futebol, em 2000. Quem confirma a informação é o secretário-geral Jérôme Valcke, que informa quando será revelada a sede.

– A decisão será em dezembro, quando estaremos no Marrocos para a edição do Mundial de Clubes, nos primeiros dez dias de dezembro. Em 2015 e 2016, será no Japão por causa de acordos já firmados. Em 2017 e 2018, se a minha memória não falha, temos Índia, Brasil e os Emirados Árabes, que são os três países que estão pedindo estes dois anos. Estamos recebendo os documentos e o comitê executivo da Fifa irá decidir em dezembro. O Brasil já tem toda a estrutura para organizar qualquer evento futebolístico. Vamos usar os estádios que já foram usados agora para esta Copa do Mundo – afirmou.

O secretário-geral da Fifa não falou se o Brasil sai na frente dos outros candidatos ou não, porém, ele elogiou muito toda a estrutura montada pelo país para receber a Copa do Mundo.

– Temos as Olimpíadas de 2016 e o futebol será o único esporte que será jogado fora do Rio de Janeiro, diferente dos outros esportes. Ou seja, o Brasil tem um nível de campos de futebol que, hoje, é singular no mundo. Poucos países do mundo podem dizer que têm tamanha infraestrutura para o futebol. Não apenas nos principais estádios, mas todos os campos de treinamento, pois a Copa do Mundo não são apenas 12 estádios, nós temos aproximadamente três centros de treinamento por cidade. Então, além do principal, temos 36 campos no Brasil para jogar futebol – completou.

Os Emirados Árabes Unidos tem como trunfo a seu favor já ter recebido duas edições da Copa do Mundo de Clubes da Fifa, em 2009 e 2010. Já a Índia conta com o segundo maior estádio do planeta para convencer a entidade máxima do futebol a levar o evento para o país. O estádio Salt Lake, também conhecido como estádio da Juventude Indiana, fica na cidade de Calcutá e tem capacidade para 120 mil pessoas.

Dois ônibus, protocolos e até sede no Brasileirão: veja como será o planejamento do Grêmio para treinar em SC

PDT coloca Bolzan como candidato ao Governo do RS em 2022; presidente do Grêmio se manifesta





Comentários



Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Leia também

7/7/2020


janela de transferência - 18:28 (0)

Revelação da base entra na mira de times Italianos








6/7/2020