Adeus? Esposa de Éverton Cebolinha divulga o craque em rede social aprendendo inglês

Clube de Londres é o principal candidato a tirar o atacante do Grêmio e prepara oferta na casa dos 40 milhões de euros


Fonte: Globoesporte.com

Foto: UOL Esporte
O Arsenal, da Inglaterra, é o principal candidato para tirar Everton Cebolinha do Grêmio. E o atacante dá amostras de que se prepara, de fato, para vestir as cores dos Gunners ou ao menos atuar no futebol britânico. A ponto até de fazer aulas de inglês, com o auxílio de um aplicativo de celular.



Em um vídeo publicado em seus stories no Instagram, a esposa do atleta, Isa Ranieri (@isaranieri_), registrou Everton ensaiando algumas palavras no inglês. E o atacante tirou onda:

– Eu tenho uma pronúncia muito boa. Vestido. Dress. Azul. Blue. A jacket. Uma jaqueta – diz Cebolinha.

Conforme apurado pelo GloboEsporte.com, o Arsenal prepara uma oferta na casa dos 40 milhões de euros (R$ 168 milhões) para tentar a contratação do atacante. Há expectativa do estafe do atleta de que a proposta seja formalizada ainda nesta semana para dar sequência às tratativas. O jornal Marca, da Espanha, já crava que o destino do atleta será o Arsenal.

Assim, existe a possibilidade de que Everton Cebolinha fique fora do Gre-Nal do próximo sábado, às 19h, no Beira-Rio. E de que o atleta tenha feito sua despedida na última quarta-feira, na vitória por 1 a 0 sobre o Bahia, na Fonte Nova, pelas quartas de final da Copa do Brasil.

O clube inglês é mais um de tantos interessados em Cebolinha, com uma lista que cresce a cada dia. Recentemente, Atlético de Madrid e Napoli entraram na briga com gigantes como Manchester United e Bayern de Munique, estes mais antigos na corrida.

A negociação com o Grêmio, porém, não deve ser fácil. Ainda antes da Copa América, o Grêmio já deixara claro que só aceitaria "abrir conversas" a partir de 40 milhões de euros.

A valorização de Cebolinha pela Seleção multiplicou a pedida e ambição gremistas, resumidas no discurso do presidente Romildo Bolzan: transformar Everton no "maior negócio de todos os tempos" do clube.

Além disso, o Tricolor passa longe de estar em urgência de fazer a venda. As finanças estão equilibradas graças a dois grandes negócios recentes: as saídas de Arthur para o Barcelona e de Tetê para o Shakhtar Donetsk, da Ucrânia.



Outros dois fatores dificultam (ainda mais) a liberação. A começar pela divisão de percentuais. O Grêmio tem direito a 50% dos direitos do Cebolinha. Os outros 50% estão repartidos da seguinte forma: 30% ao empresário Gilmar Veloz, 10% ao Fortaleza e 10% ao investidor Celso Rigo.

Grêmio, Futebol Brasileiro, Éverton, Arsenal, Transferência

VEJA: Clique aqui e veja as promoções que a Network BG preparou para você acompanhar todos os jogos da temporada

LEIA TAMBÉM: Renato tem renovação para 2020 próxima de ser concretizada

Clique aqui e confira séries, comentários, filmes e tudo sobre futebol! Teste agora!<\a>



Comentários




Leia também

14/12/2019











13/12/2019