‘Absurdo e inconcebível’: seleção detona o gramado do Grêmio

"Precisa dar três toques na bola para dominar", desabafou Tite


Fonte: -

Diego Vara/Reuters
As críticas da seleção brasileira ao gramado da Arena do Grêmio não foram as primeiras, mas foram as mais pesadas. O técnico Tite foi o mais claro em relação ao tema e tratou como “inconcebível” o estado do campo onde o Brasil eliminou o Paraguai nas quartas de final da Copa América, nos pênaltis, depois de um empate sem gols.

Tite havia evitado falar mal do estádio do clube que dirigiu antes da partida, mas rasgou o verbo depois da classificação. “Os atletas até me cobraram, que agora eu posso falar, e vou falar: é absurdo em um jogo de alto nível ter um campo com tamanha dificuldade para tocar. A bola entra no pivô é é preciso dar três toques para dominar. Alto nível não concebe, em qualquer lugar, esse tipo de gramado. Isso afeta a qualidade do espetáculo”, desabafou.

Placar

Drama e alívio: seleção se livra de fantasma dos pênaltis
query_builder27 jun 2019 - 23h06
Segundo ele, os atletas de ataque foram os mais prejudicados, pois a bola fica “pipocando” na hora da finalização das jogadas. “Nos cobrem acerto de passe e finalização, é um direito, até porque cada um tem sua responsabilidade. Mas me dê condições de campo e de que vou poder fazer o meu trabalho de forma correta.” Tite admitiu ter vistoriado durante dois dias seguidos o gramado. “É inconcebível eu ter de fazer isso.”

O zagueiro Marquinhos confirmou a dificuldade. “O gramado quando não está em boas condições atrapalha a velocidade do jogo, tem de dar dois ou três toques para dominar, e tecnicamente é preciso estar mais concentrado para não pecar numa zona e risco.” O meia Arthur, revelado no Grêmio, foi mais econômico nas críticas. “Já sabíamos que seria assim, o mais importante foi ter vencido.”

Antes dos atletas da seleção brasileira, integrantes das outras equipes, incluindo o argentino Lionel Messi, já haviam reclamado do estado do gramado. O presidente do Grêmio, Romildo Bolzan, transferiu a responsabilidade à OAS, grupo que gere o estádio, mas admitiu a condição ruim, justificada pela falta de sol.


LEIA TAMBÉM: Renato elogia postura do Grêmio contra Athletico: "Desde o início vi minha equipe ligada, focada"

LEIA TAMBÉM: Repleto de reservas, Grêmio derrota o Athletico na Arena

Clique aqui e confira séries, comentários, filmes e tudo sobre futebol! Teste agora!<\a>

VEJA:
Clique aqui e veja as promoções que a Network BG preparou para você acompanhar todos os jogos do Grêmio da temporada

Comentários



Blair Buco Bocca     

Alto nível, ora seu Tite porque não vai catar coquinho que você ganha mais. Deixe de ser idiota!!

Marcelo Sangoi     

Realmente o gramado esta ruim..nao tem juatificativa. Porem seu Tite..a selecao esta ruim...para de dar desculpa..ok. O Everton podia render mais se os companheiros da panela dessem mais bola pra ele. Cobra isso ta equipe. Usar mais que esta destruindo a marcacao adversaria. So para lembrar o Brasil foi campeao olimpico gracas a Luan e Walace..o neimar so levou oa meritos..mas quem fez acontecer foi oa Gremistas...Dale alma Castelhana.

Rodinei Gosch     

SÓ FALTAVA TER PERDIDO O JOGO E TER CULPADO O GRAMADO DA ARENA. PELO SALÁRIO QUE GANHAN, TA FALTANDO FUTEBOL.

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Leia também

24/8/2019


















23/8/2019