[Mercado da Bola] Luvas, direitos de imagem, contrato... Saiba como funciona a janela de transferência

A parada para a Copa América é a oportunidade que os clubes terão para se reestruturarem e fazerem novos negócios veja quais são os critérios para venda ou transferência dos atletas


Fonte: Farelos Jurídicos

Por: Gabriela Santos

Em julho será aberta a janela de transferências entre clubes brasileiros e europeus, em parceria com a Farelos Jurídicos iremos explicar algumas coisas sobre esse momento do futebol. É na janela de transferências que vemos milhões de reais/euros sendo investidos nos mais diversos atletas e as especulações não param. No entanto é importante saber como funciona o mercado da bola, o que está envolvido na compra, venda e empréstimo de jogadores e o quanto os clubes podem lucrar com as possíveis vendas.

É o momento em que clubes nacionais recebem propostas exorbitantes pelos seus melhores atletas e cabe aos empresários e diretoria decidirem o que é melhor para o jogador, vale ressaltar que nessa janela os clubes internacionais já começam a se preparar para a próxima temporada de grandes competições como Premier League e Champions League.

O mercado da bola é um dos grandes responsáveis por fomentar os cofres dos clubes, somente os jogadores que participarão desta edição da Copa América podem movimentar R$1 bilhão. As propostas são intermináveis e os clubes sempre tentam oferecer mais por aquele jogador que tem preferência, a janela pode ser comparada com um leilão de jogadores. Outro fator que fomenta a saída de atletas é a supervalorização, aqueles que são convocados para representar as suas seleções acabam se autovalorizando, porque são considerados os melhores jogadores naturais daquele país.

O Brasil em 2016 tinha mais de 28 mil jogadores registrados, logo ser um dos 24 jogadores convocado para representar faz o atleta virar uma estrela com passagem carimbada para a Europa, além de os valores por ele aumentarem drasticamente, por exemplo, Gabriel Jesus. O atacante estava em preparação para disputar as Olimpíadas quando foi comprado pelo Manchester City, por R$121 milhões.
Contudo os clubes e empresários agem minuciosamente e procuram sempre também favorecer o seu lado cobrando luvas, direitos de imagem e direitos econômicos com valores altos. Abaixo iremos explicar o que é e como funciona cada um desses itens:

Luvas

As luvas são valores oferecidos aos jogadores no inicio do contrato, o atleta recebe uma remuneração que pode ser paga imediatamente todo o valor ou poder ser “parcelado”.

Direito de Imagem

Todo jogador tem seu direito de imagem, o que acontece é que alguns clubes compram esses direitos do jogador e utiliza o atleta em todas as campanhas publicitárias. É muito comum vermos a mesma pessoa em diversas campanhas do clube, isso ocorre quando a compra desses direitos é efetuada.

Multa rescisória/Direitos Econômicos

Muitos clubes quando formalizam a contratação inclui a multa. Todo atleta tem o seu valor e um tempo de contrato estipulado, no entanto, alguns jogadores acabam deixando a equipe sem cumprir esse tempo acordado de permanência e para que o time não seja prejudicado é mensurada uma multa que deve ser paga caso outro clube tenha interesse em comprar o jogador. Há multas que chegam a R$110 milhões.

Alguns clubes já começaram a receber como o Palmeiras e Grêmio. Ambos os clubes tem propostas vindas da Europa, veja abaixo:
O Palmeiras recebeu propostas do Real Madrid, Porto e Barcelona para compra do meia Alanzinho que joga na base do clube. Para poder compra-lo os times europeus precisarão desembolsar 50 milhões de euros (R$186,6 milhões de reais) apenas de multa rescisória, isso porque o jogador tem contrato até junho de 2023. O Palmeiras tem 100% dos direitos econômicos do jogador.

No caso do Grêmio, a proposta foi feita pelo Porto, a equipe que tem interesse no atacante Luan teria que pagar a multa de R$68,5 milhões de multa rescisória para comprar o jogador. Os direitos econômicos do atleta são fatiados em 80% para o clube e 20% para o empresário.

A maior transferência do futebol aconteceu com o Neymar quando foi comprado pelo PSG, o clube precisou investir R$222 milhões de euros para tirar o atleta do Barcelona. Tudo pode mudar na próxima janela em julho, e os clubes não estão dispostos a abrir os cofres para a contratação de novos craques.


LEIA TAMBÉM: Renato elogia postura do Grêmio contra Athletico: "Desde o início vi minha equipe ligada, focada"

LEIA TAMBÉM: Repleto de reservas, Grêmio derrota o Athletico na Arena

Clique aqui e confira séries, comentários, filmes e tudo sobre futebol! Teste agora!<\a>

VEJA:
Clique aqui e veja as promoções que a Network BG preparou para você acompanhar todos os jogos do Grêmio da temporada

Comentários



Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Leia também

24/8/2019


















23/8/2019