OFF: Suárez recebe proposta de time de Kosovo para jogar durante período de suspensão após mordida na Copa 2014


Fonte: Globo

Presidente do FC Hajvalia, Xhavit Pacolli, mostra a proposta feita ao jogador Suárez e ao Liverpool Foto: Armend Nimani / AFP

Se depender do FC Hajvalia, Luis Suárez não ficará quatro meses sem jogar futebol, período de punição imposto pelo Comitê Disciplinar da Fifa após o jogador morder o zagueiro italiano Chiellini, na Copa do Mundo 2014. Nesta segunda-feira, o presidente do modesto time de Kosovo, Xhavit Pacolli, fez uma proposta ao jogador uruguaio e ao Liverpool, atual time dele, para um período de empréstimo até novembro, quando ele poderá voltar a jogar no clube inglês.

De acordo com o jornal inglês “The Telegraph”, a oferta é de 25 mil libras (cerca de R$ 94,2 mil) e mais um modesto salário de 1.200 libras por semana (o equivalente a R$ 4.521).
– Como ainda não somos membros da Fifa, penso que ele pode jogar no Kosovo. Então, temos esta oferta que enviaremos ao Liverpool. Estes valores são o máximo que podemos oferecer. Isso pode soar ridículo para ele, mas isso é tudo que podemos fazer – falou o dirigente ao jornal.
O Hajvalia tem como sócio-majoritário um famoso cantor folk, conhecido como Meda. O time terminou na sexta posição no Campeonato Nacional.

No dia 26 de junho, Suárez foi suspenso por nove jogos oficiais pela Comissão Disciplinar da Fifa, e ficou fora da Copa do Mundo 2014. Além da suspensão por nove partidas, o uruguaio também está impedido de atuar por quatro meses e ainda terá que pagar 100 mil francos (cerca de R$ 248 mil).
O comitê decidiu que o jogador infringiu o artigo 48, parágrafo 1, e artigo 57, ato antidesportivo. As suspensões terão que ser cumpridas em competições oficiais que o Uruguai vai disputar – contando a Copa do Mundo 2014 e a Copa América 2015, no Chile.


Suárez aparece na janela da sua casa, em Montevidéu Foto: Pablo Bielli / AFP

A mordida de Suárez no zagueiro italiano aconteceu no jogo em que o Uruguai venceu a Itália por 1 a 0 e se classificou às oitavas de final, na última terça-feira, na Arena das Dunas. Durante o duelo, o jogador sequer recebeu um cartão amarelo do juiz.
Essa foi a terceira vez que que o uruguaio se envolveu em um caso de mordida em outro jogador. Em 2010, quando jogava pelo Ajax, da Holanda, o uruguaio mordeu o atacante Bakkal, do PSV, em um clássico. No ano passado, o jogador repetiu o ato contra o zagueiro sérvio Ivanovic, do Chelsea, num clássico contra o Liverpool. Por ser reincidente, pegou dez jogos de suspensão.

Atletas fazem primeiro trabalho técnico e tático da semana

Vai voltar! Reunião da Conmebol define volta da Libertadores; veja quando





Comentários



Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Leia também

14/7/2020









13/7/2020