Confira a tabela atualizada do brasileirão após vitória do Tricolor


Fonte: gauchazh.clicrbs

Parecia que não seria neste sábado (8) que o Grêmio sairia da zona de rebaixamento do Brasileirão, mas, aos 44 minutos do segundo tempo, Pepê recebeu um belo passe de Jean Pyerre e colocou a bola para dentro do gol do Fortaleza. Assim, o time do técnico Renato Portaluppi venceu por 1 a 0 no Estádio Centenário, em Caxias do Sul, e deixou o Z-4 após seis rodadas.



Mas não foi fácil. Desde os primeiros minutos a equipe comandada por Rogério Ceni mostrou por que é a atual campeã da Série B, do Campeonato Cearense e da Copa do Nordeste. Sem dar balão, o time cearense impressionava pela qualidade na saída de bola e indicava qual era a sua estratégia para tentar superar o Grêmio em Caxias do Sul: atacar pelo lado direito, às costas do improvisado Leonardo Gomes.

Aos 6 minutos, saiu a primeira finalização do jogo, e foi dos visitantes. Kieza lançou Osvaldo, que arrancou em velocidade, invadiu a área pela direita e chutou para uma defesa em dois tempos de Paulo Victor.

Logo o Grêmio tomou conta do jogo, com a tradicional troca de passes no meio-campo. Aos 12 minutos, o primeiro chute gremista na etapa inicial. Jean Pyerre roubou uma bola no meio e deixou para Diego Tardelli, que avançou e mandou uma bomba para fora.

A partida continuava disputada, apesar da posse de bola maior do Grêmio. Aos 22, o Fortaleza criou mais uma boa chance. Depois de uma disputa dentro da área gremista, a bola sobrou para Juninho. O volante fez a finta e chutou para fora, com perigo, à esquerda do gol defendido por Paulo Victor.

Para tentar confundir a defesa adversária, o Grêmio invertia o lado dos seus extremas em alguns momentos. Na maior parte do tempo, porém, Alisson ficava pela direita e Tardelli pela esquerda. E era por ali que o principal reforço do clube nesta temporada buscava as melhores jogadas de ataque da equipe.

O principal problema para o time de Renato era a insistência na bola aérea. Nos 45 minutos iniciais, foram 17 tentativas, com apenas uma conclusão: cabeçada de Felipe Vizeu, que acabou indo para fora após bom cruzamento de Léo Moura.

Quando trabalhava a bola pelo chão, surgiam as melhores oportunidades de gol. Aos 33, o capitão Maicon tocou para Felipe Vizeu. O centroavante dominou em frente a área, girou para a esquerda e chutou para fora, com perigo.

alguns minutos mais tarde, depois de uma boa jogada que começou com Tardelli, passou por Vizeu e Jean Pyerre, Thaciano recebeu no meio e mandou uma bomba de fora da área. A bola desviou no meio do caminho e dificultou a vida do goleiro Felipe Alves, que espalmou e, por sorte, não viu ela parar no pé de um gremista.

O fim do primeiro tempo foi marcado por confusão nas arquibancadas. Torcedores do Grêmio atiraram foguetes contra o setor de visitantes e criou-se uma briga fora de campo. O jogo foi até mesmo paralisado em um escanteio aos 44 minutos, até que a situação fosse controlada pela Brigada Militar.

A segunda etapa começou sem mudanças. O Grêmio tinha a bola e o Fortaleza beliscava algumas escapadas em velocidades. Chances de gol, no entanto, nada.

Para tentar criar mais e ganhar em mobilidade, logo aos 7 minutos Renato tirou Vizeu e mandou Pepê a campo. Assim, Tardelli assumiu a função de centroavante. Mas o que de melhor se viu nos primeiros minutos do segundo tempo foi um chapeuzinho de Jean Pyerre em Felipe.

Aos 15 minutos, o mesmo Jean Pyerre cruzou perigosamente. A bola cruzou toda a extensão da área do Fortaleza e saiu pela linha de fundo, tirando um grito de "uuuh" da torcida, que há tempos não via o Tricolor gaúcho chegar à frente com chance de marcar.

Cinco minutos depois, o Grêmio atacou com perigo pela primeira vez na etapa final. Tardelli tocou de calcanhar para Alisson, que invadiu a área e chutou desviado. No escanteio, Geromel cabeceou livre, no canto direito, mas Felipe Alves fez uma brilhante defesa e salvou o Fortaleza. E não parou por aí. Aos 22, Pepê entrou na área pela esquerda e chutou cruzado para fora, novamente assustando o goleiro do time cearense.

Alguns minutos mais tarde, o VAR foi acionado pela primeira vez da partida. O árbitro Sávio Pereira Sampaio havia dado cartão amarelo para Osvaldo por uma falta em Léo Moura, mas depois de revisar o lance expulsou o atacante do Fortaleza devido a um pisão no lateral-direito gremista. Na cobrança da falta, Alisson alçou na área e Rodriguez, impedido, cabeceou para fora.

Com um a mais, Renato Portaluppi colocou André e tirou Thaciano. Rogério Ceni, por sua vez, tirou o meia Marlon e colocou o volante Gabriel Dias, ex-Inter. Era a hora da pressão. Primeiro, a chance foi de André, depois de Jean Pyerre. Mas as finalizações não assustavam tanto assim.

A última cartada foi a entrada de Patrick na vaga de Tardelli. Em sua primeira aparição, o garoto bem que tentou arriscar, mas não conseguiu marcar.

Em seguida, aos 44, veio o lance decisivo da partida: Pepê recebeu um belo passe de Jean Pyerre e superou o goleiro Felipe Alves para tirar o Grêmio do Z-4 e garantir a vitória de número 100 de Renato à frente do Grêmio nesta terceira passagem como técnico do clube.

Confira a tabela atualizada do Brasileirão 2019:






Grêmio, Classificação, Brasileirão

LEIA TAMBÉM: Maior "garçom" do Grêmio, Luan aposta em veia goleadora contra o Fla para novo passo em retomada

LEIA TAMBÉM: Saiba quem são os jogadores com salário milionário no Brasil

Clique aqui e confira séries, comentários, filmes e tudo sobre futebol! Teste agora!<\a>

VEJA:
Clique aqui e veja as promoções que a Network BG preparou para você acompanhar todos os jogos do Grêmio da temporada

Comentários



Thaciano nao serve para o gremio, muito fraco. Precisamos jogadorez com quakidade e vontade

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Leia também

17/8/2019








16/8/2019