Advogado diz que jovem se pronunciará após dar depoimento


Fonte: Terra

Torcedora deixou de ser uma simples auxiliar de saúde bucal para se tornar a vilã racista mais detestada do País

O advogado que representa a torcedora gremista Patrícia Moreira da Silva flagrada proferindo injúrias racistas contra o goleiro Aranha, do Santos, disse, nesta terça-feira, que a jovem só deve se pronunciar publicamente sobre o que aconteceu após prestar depoimento à polícia na quinta-feira.

“Ela vai falar primeiro para polícia civil, por uma questão de respeito ao inquérito policial, e só depois deve falar com a imprensa”, afirmou o advogado Alexandre Atanázio Rossato, que representa Patrícia. Segundo ele, em virtude da repercussão que o caso teve, sua cliente teve que deixar Porto Alegre.

Na segunda-feira, Patrícia teria feito contato com outro advogado Guilherme Rodrigues Abrão, que chegou a dar declarações em nome da jovem, mas que não aceitou representa-la. Ele é conselheiro do Grêmio.

Hoje, a polícia ouviu outros dois suspeitos de ofensas racistas contra o goleiro santista durante o jogo. Tiago Oliveira e Rodrigo Rychter foram identificados na imagens obtidas pela polícia.

Tiago disse que foi confundido com outra pessoa, “eu estava em outro setor”, o que vai ser averiguado pela polícia com base nos registros dos acessos feitos ao estádio, e Rodrigo negou ter ofendido o atleta ou fazer parte da torcida organizada Geral do Grêmio.

Grêmio decide rescindir contrato de André e centroavante deixa o Tricolor; veja a nota

Obrigado, Everton! Rumo ao Benfica, deixe sua mensagem de boa sorte ao atacante que deixa o Tricolor Gaúcho





Comentários



Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Leia também

8/8/2020










7/8/2020