Procurador-geral do STJD prevê que Grêmio será excluído da Copa do Brasil

Paulo Schmitt descarta perda de mando de campo no Campeonato Brasileiro


Fonte: Diário Gaúcho

Foto: Fernando Gomes / Agencia RBS

O procurador-geral do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), Paulo Schmitt, prevê que o Grêmio será punido com a pena de exclusão da Copa do Brasil no julgamento marcado para esta quarta-feira, às 14h, pelos incidentes com o goleiro Aranha, do Santos.

— Não vou especular. Há várias hipóteses. O mais indicado é a exclusão da competição — afirmou.

Ele diz não acreditar que o Grêmio possa ser usado como bode expiatório e uma eventual punição sirva como exemplo para que outros casos de racismo não se verifiquem.

— É preciso analisar o caso concreto — completou.

Na avaliação de Schmitt, não há previsão de que o clube possa perder mandos de campo em jogos do Brasileirão.

Schmitt não irá atuar no julgamento. Só participará do segundo grau, no Pleno, ainda sem data marcada. No julgamento desta quarta-feira, a denúncia será feita pelo subprocurador geral, Rafael Vanzin.

A defesa do Grêmio será feita pelo advogado Gabriel Vieira. Desde sexta-feira, o jurídico se empenha em obter provas que serão exibidas no julgamento.

— Não aceitamos a pecha de clube racista. Temos tomado todas as medidas necessárias para evitar atos dessa natureza. A condenação do clube será a vitória das minorias intolerantes — avalia o diretor jurídico do clube Thiago Brunetto.



Grêmio decide rescindir contrato de André e centroavante deixa o Tricolor; veja a nota

Obrigado, Everton! Rumo ao Benfica, deixe sua mensagem de boa sorte ao atacante que deixa o Tricolor Gaúcho





Comentários



Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Leia também

8/8/2020










7/8/2020