Estudante chamado a depor em caso de injúria racial diz ter sido confundido


Fonte: Diário Gaúcho

Tiago Bulzing de Oliveira afirma que não estava na arquibancada norte no jogo contra o Santos
Foto: Marcelo Oliveira

O estudante de Ciências Contábeis Tiago Bulzing de Oliveira, de 23 anos, chegou à 4a Delegacia de Polícia na manhã desta terça-feira para depor na investigação do caso de injúria racial contra o goleiro Aranha, do Santos. Identificado como suspeito de proferir as ofensas ao jogador, Tiago diz ter sido confundido com outra pessoa.

Segundo o estudante, ele estava no quarto anel da Arena durante a partida. O pai, Carlos Oliveira, que o acompanhou à repartição, disse que o filho costuma ir aos jogos junto com o irmão, sempre no mesmo lugar.

- Não sou eu. Estava do outro lado do estádio. Eu não ando pela Geral - disse ao sair do depoimento de cerca de 40 minutos.

O próprio Tiago reconhece que um dos jovens que aparece nas imagens captadas pela ESPN se assemelha a ele. O jovem relatou à polícia o portão em que ingressou na Arena na quinta-feira. Os investigadores buscarão as imagens do acesso ao estádio para confirmar a versão do torcedor.

Grêmio decide rescindir contrato de André e centroavante deixa o Tricolor; veja a nota

Obrigado, Everton! Rumo ao Benfica, deixe sua mensagem de boa sorte ao atacante que deixa o Tricolor Gaúcho





Comentários



Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Leia também

8/8/2020










7/8/2020