Defesa vaza e leva em dois jogos a metade dos gols sofridos no Brasileiro

Time levou cinco gols nas duas derrotas e soma 10 após 13 partidas pela competição


Fonte: Globo Esporte

Grohe e Geromel não conseguiram evitar nova derrota do Grêmio (Foto: Agência Getty Images)

O que antes dava segurança agora é motivo de preocupação. A defesa do Grêmio começou a dar dor de cabeça no torcedor e será uma das missões de Felipão a partir de segunda-feira, quando o técnico assume a equipe. Em duas rodadas, o time levou o mesmo número de gols que havia sofrido nas 11 partidas anteriores pelo Brasileirão.

A média segue baixa, é verdade. São 10 gols sofridos em 13 jogos,
o que dá 0,76 por partida.

Nas derrotas para o Coritiba – 3 a 2 - e Vitória – 2 a 1 -, no entanto, Marcelo Grohe precisou buscar a bola no fundo das redes em cinco oportunidades, o mesmo número sofrido ao longo de todo o campeonato antes do jogo na Arena. Ele que tinha ficado quatro jogos seguidos sem tomar gols. Apesar do número elevado, André Jardine minimizou os problemas apresentados pela equipe na noite do último sábado no Barradão e elogiou o rendimento de seus defensores:

- Achei a nossa defesa muito bem. Ela teve muita personalidade e imposição no jogo aéreo. O Pedro (Geromel) teve uma atuação fantástica. Não posso culpá-los. Os gols não passam por erros individuais.

Diante do Vitória, o Geromel cometeu duas faltas e errou um passe. Já Rhodolfo passou a partida sem realizar uma infração sequer, desperdiçando dois passes. Só que a situação liga o alerta até pelo fato de antes destas rodadas o clube sequer ter tomado dois gols em um mesmo embate. As duas com a atual dupla de zaga.

Para piorar, nas duas situações, o Tricolor esteve em vantagem e permitiu a virada. E com todos os gols sofridos no segundo tempo. Rhodolfo acredita que o time precisa encontrar o equilíbrio para se recuperar na competição:

- Eles (Vitória) tiveram dois lances em dois vacilos nossos. Não podemos errar desta maneira. Às vezes temos um apagão e tomamos gols de bobeira.

Com a segunda derrota consecutiva, o Grêmio está em 10º com 19 pontos, 10 atrás do líder Cruzeiro. A partir desta segunda-feira, Felipão buscará estancar a sangria do sistema defensivo. O trabalho gremista está marcado para as 15h. O próximo jogo é o Gre-Nal, que ocorrerá no próximo domingo, no Beira-Rio.

Grêmio se afunda ainda mais em noite terrível no Chile e sente clamor por mudanças

Grêmio é recebido com protesto na Arena após derrota na Libertadores





Comentários



Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Leia também

18/9/2020












17/9/2020