Coluna do Cacalo: Mais um pesadelo


Fonte: Diário Gaúcho

Foto: Bruno Alencastro / Agencia RBS

Inacreditável o que assistimos ontem à noite. Tudo começou com uma súplica de uma associada gremista, de 32 anos, fazendo um apelo para que a direção tricolor regularize a administração dos jogos na Arena. De minha parte, confesso que cansei.

Parece que a direção gremista não está se dando conta de que vai perder associados amiúde, em face dessa caótica administração dos jogos. Não é possível que uma associada tenha que percorrer todo o estádio, até achar o portão correto para entrar.

Estávamos surpresos e felizes com a volta dos gols por parte do centroavante Barcos, até que o desencanto tomou conta da torcida, com a atuação desastrosa do time inteiro, exceto Barcos, Pará, Marcelo Grohe e Luan.

Não dá para vacilar

A defesa apenas olhava os adversários marcarem seus gols. Era óbvio, após a virada, chamar-se de imediato um volante e fechar mais o time. Antes, o Coritiba já havia mandado duas bolas na trave. Há uma imensa meia cancha povoando o setor, mas o time é inexplicavelmente vulnerável.

Giuliano, na segunda etapa, foi deslocado para ser um quase segundo volante, quando sua qualidade é entrar na área e marcar gols. Sobre Barcos, mostrou que, tendo assistência, sabe fazer gols.

Depois de tudo o que aconteceu, a situação do técnico ficou insustentável. Mesmo sendo um profissional de alto nível pessoal, dedicado e procurando fazer o melhor, perdeu a naturalidade para dirigir o Grêmio. Acho que sua saída foi melhor para ele e para o clube.

Grêmio se afunda ainda mais em noite terrível no Chile e sente clamor por mudanças

Grêmio é recebido com protesto na Arena após derrota na Libertadores





Comentários



Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Leia também

19/9/2020











18/9/2020