Alberto Guerra revela planos para a base do Grêmio


Fonte: portaldogremista.com.b

Em contagem regressiva para retornar à Série A do Campeonato Brasileiro, o Grêmio já vive a expectativa da eleição presidencial que definirá uma nova gestão para os próximos anos. Com isso, ao menos cinco candidatos devem disputar o voto dos conselheiros gremistas nos próximos meses. Um deles é o ex-vice de futebol Alberto Guerra, ex-dirigente que comandou o futebol do clube especialmente em 2010 e 2016, quando foi responsável por contratar ídolos como Renato Portaluppi, Edilson e Kannemann.



Nesse sentido, em entrevista para a Rádio GreNal no dia de hoje (21), Guerra foi questionado acerca do aproveitamento das categorias de base gremista, setor frequentemente questionado pelos torcedores do Tricolor. “Não se pode transformar a transição e os jogadores da base apenas para jogar amistoso e campeonatos fora do profissional”, declarou o candidato.

Cenário político envolve Alberto Guerra e mais quatro nomes, neste mês, cinco candidatos confirmaram a suas presenças nas eleições presidenciais do Grêmio de outubro/novembro. Além do empresário Alceu Brasinha, figura conhecida entre os torcedores gremistas, os ex-vices de futebol Alberto Guerra e Odorico Roman também confirmaram seus nomes na disputa pelo mandato neste mês.

Para finalizar, Carlos Roberto Galia, filho do ex-presidente Alberto Galia, anunciou recentemente que concorrerá à sucessão de Romildo Bolzan Júnior, assim como Guto Peixoto, membro do Conselho de Administração vigente, que será o nome da situação.

Vale ressaltar que no dia 24 de setembro, antes do primeiro turno da eleição que escolherá o novo mandatário do Imortal, o clube gaúcho estará envolvido com a renovação de 150 cadeiras do Conselho Deliberativo, que irá definir quase a metade do colégio eleitoral da primeira etapa do pleito presidencial. Portanto, o resultado pode interferir nas possibilidades de os candidatos avançarem para a segunda fase.



O primeiro momento da eleição presidencial ocorrerá no dia 26 de outubro, com a participação apenas dos pouco mais de 350 conselheiros. Neste estágio, as chapas que fizerem mais de 20% dos votos válidos avançarão para disputar o voto dos associados no pátio, no segundo turno, no dia 12 de novembro.

VEJA TAMBÉM
- Renato viaja para o Rio de Janeiro e não comanda treino do Grêmio
- Secador ligado: Grêmio seca o Bahia para ficar na vice-liderança da Série B
- Grêmio pede efeito suspensivo no STJD para reverter perda de mandos de campo





Comentários



Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Leia também

24/9/2022





A 4 e a 5 são as melhores! - 12:19 (1)

7 curiosidades sobre Elano, ex-meia do Grêmio





23/9/2022












Vamos recuperar os mandos de campo?? Entenda! - 08:14 (0)

Grêmio pede efeito suspensivo no STJD para reverter perda de mandos de campo