Juizado do Torcedor proíbe entrada de instrumentos da banda do Grêmio na Arena

Tricolor tinha conseguido a liberação para contar com a banda na partida contra o Sport, mas viu a decisão cair nesta terça-feira


Fonte: gremioavalanche.net

Após conseguir a liberação junto à Brigada Militar da banda para o confronto diante do Sport, o Grêmio recebeu a informação que o Juizado do Torcedor e Grandes Eventos (JTGE), ao atender um pedido do Ministério Público, proibiu a entrada dos instrumentos em qualquer espaço da Arena. A decisão vale para a partida desta terça-feira, pela Série B.



A punição é decorrente da briga generalizada no empate em 2 a 2 com o Cruzeiro. Desde o episódio, não está permitida a entrada da banda. Além disso, pessoas cadastradas em torcidas organizadas seguem sem poder ingressar na Arquibancada Norte, e passaram a frequentar a Superior Norte.

O Tricolor emitiu uma nota no site do clube e lamentou a decisão. A direção assegura que cumpriu as responsabilidades, desde a identificação dos envolvidos na confusão, bem como adotou novas medidas para gerar mais conforto aos torcedores no acesso ao setor. O clube diz que seguirá tentando a liberação da banda para o jogo desta terça-feira.

No jogo diante do Vasco da Gama, que contou com 50 mil torcedores e marcou a reestreia de Renato, a empresa que administra a Arena implementou gradis nas entradas das catracas da Arquibancada Norte. Isso evitou o acúmulo de pessoas perto do leitor biométrico, que contra o Cruzeiro também gerou confusão.

Confira a nota do Grêmio:
"Com o objetivo de garantir a participação da banda do Clube na partida desta terça-feira, contra o Sport Recife, conseguimos, junto à Brigada Militar, a autorização da entrada de 15 instrumentos musicais, que ficariam localizados na Superior Norte.

Porém, nesta manhã, atendendo a um pedido do Ministério Público, o Juizado do Torcedor e Grandes Eventos (JTGE) emitiu despacho proibindo a entrada de instrumentos musicais em qualquer espaço da Arena, alterando a decisão inicial emitida pelo próprio juizado no dia 24 de agosto deste ano, com o seguinte texto na ocasião:

"Outrossim, fica proibido qualquer instrumento de percussão no setor das organizadas, independentemente de usar ou não identificação das torcidas organizadas."

O Grêmio não possui torcidas organizadas localizadas na Superior Norte.

O Clube lamenta a decisão e reforça que cumpriu com todas as suas responsabilidades, desde a identificação dos envolvidos na briga que gerou a interdição da Arquibancada Norte, até a implementação, em conjunto com a Arena, de novas medidas para gerar mais conforto aos torcedores no acesso ao setor.

Informamos, ainda, que buscaremos até o último momento a liberação na Superior Norte. Caso isso não ocorra, vamos trabalhar para realocar a banda em outro setor do estádio.

Todos os esforços serão feitos por entender que a banda tem um papel fundamental no ambiente do estádio e, na partida desta terça, será fundamental para a busca dos nossos objetivos. De qualquer modo, pedimos o apoio do nosso torcedor durante todo o jogo, empurrando os nossos jogadores para mais uma vitória."



VEJA TAMBÉM
- Renato viaja para o Rio de Janeiro e não comanda treino do Grêmio
- Secador ligado: Grêmio seca o Bahia para ficar na vice-liderança da Série B
- Grêmio pede efeito suspensivo no STJD para reverter perda de mandos de campo





Comentários



Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Leia também

24/9/2022






A 4 e a 5 são as melhores! - 12:19 (1)

7 curiosidades sobre Elano, ex-meia do Grêmio





23/9/2022












Vamos recuperar os mandos de campo?? Entenda! - 08:14 (0)

Grêmio pede efeito suspensivo no STJD para reverter perda de mandos de campo