Clubes chegam a acordo sobre divisão de dinheiro na nova liga brasileira

Libra está cada vez mais próxima de se tornar realidade


Fonte: gremioavalanche.net

Em um encontro que durou três horas, 25 clubes das Séries A e B se reuniram na manhã desta segunda-feira no Rio de Janeiro e chegaram a um consenso sobre a divisão de receitas de transmissão que consideram ideal para adesão. O próximo passo, agora, é conversar diretamente com os integrantes da Libra (Liga do Futebol Brasileiro) e buscar um acordo para que todos os clubes da Séries A e B possam aderir em breve.



A ideia dos 25 clubes que se encontraram é que o rateio seja da seguinte forma: 45% igualitários, 30% proporcionais ao resultado esportivo e outros 25% equivalentes à audiência, presença em estádio e engajamento em redes sociais.

O maior impasse no momento é definir os critérios do engajamento,, ainda considerados subjetivos. Os clubes consideram que há muitos fatores externos que podem interferir nessa questão e que, portanto, são necessários indicadores objetivos para essa variável. Para isso, foi formada uma comissão com seis clubes, e um representante da Associação Nacional de Clubes de Futebol (ANFC), que representa um bloco de equipes da Série B.

- Nós estamos aqui para buscar uma união de todos os clubes e acho que caminhamos bem. Nós tivemos um contato anterior com o grupo dos outros clubes e mais outros que já entraram e nós, aqui agora, decidimos que vamos para a mesa, com um grupo de seis presidentes, uma comissão, para negociar com o outro lado. Nós caminhamos muito bem hoje, na parte de cdivisão de recursos, no que se toca a engajamento. Já caminhamos junto com eles, demos uma avançada nessa divisão. Na proposta que eles têm que faz parte do anexo um para a formação da liga, agora nós vamos sentar para discutir esses detalhes. Entedemos que agora estamos sentados do mesmo lado da mesa - disse Sérgio Coelho, presidente do Atlético-MG.

Estiveram nesta reunião os seguintes clubes: América-MG, Atlético-GO, Avaí, Ceará, Athletico-PR, Atlético-MG, Coritiba, Cuiabá, Juventude, Fluminense, Fortaleza, Goiás, Internacional, Chapecoense, Brusque, CSA, CRB, Náutico, Criciúma, Guarani, Londrina, Operário, Sampaio Corrêa, Sport e Vila Nova. O Grêmio não enviou representante, por conta do jogo desta noite contra o Ituano, pela Série B, mas solicitou os dados da reunião para definir seu posicionamento.

Este grupo negociará com a Libra (Liga do Futebol Brasileiro), que conta com a adesão de Botafogo, Flamengo, Vasco, Corinthians, Palmeiras, Santos, São Paulo, Bragantino, Cruzeiro e Ponte Preta.

Nesta segunda-feira, as empresas Live Mode e Alvarez & Marsal foram nomeadas pelo grupo de clubes como consultores. Auxiliarão o grupo com fornecimento de dados e projeções para enriquecer o debate, e as negociações com a Libra.

A Libra inicialmente propôs uma divisão com 40% igualitários, 30% proporcionais ao resultado esportivo e outros 30% equivalentes à audiência, presença em estádio e engajamento em redes sociais.

Os clubes que se reuniram nesta segunda-feira no Rio de Janeiro inicialmente queriam uma divisão na proporção 50-25-25, mas discutiram outros cenário durante o encontro e chegaram ao consenso de 45-30-25.

Outro ponto de atrito entre os dois grupos está na fatia dos recursos a ser destinada para a Série B. A Libra inicialmente propôs 15%, enquanto outros clubes querem 20%.



VEJA TAMBÉM
- Confira a provável escalação do Grêmio para o jogo diante do Bahia
- Confira a agenda do Grêmio em julho
- Veja como foi o treino do Grêmio desta quinta-feira (30/06)





Comentários



Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Leia também

30/6/2022


AGENDA DE JOGOS - 18:58 (0)

Confira a agenda do Grêmio em julho





















29/6/2022