"Eu vivo o Grêmio", Felipão eterniza nome em calçada da fama da Arena

Técnico passa a integrar lista de tricolores solenes junto com ex-goleiro Galatto, ex-meia Osvaldo e ex-presidente Cacalo


Fonte: Globoesporte.com

Foto: Lucas Uebel/Divulgação Grêmio
A noite desta segunda-feira levou o técnico Felipão a eternizar seu nome na calçada da fama da Arena do Grêmio. Além do atual comandante, também passaram a integrar a lista de tricolores homenageados o ex-goleiro Galatto, o ex-meia Osvaldo e o ex-presidente Luiz Carlos Silveira Martins, o Cacalo.



O treinador assinou o apelido no cimento úmido e registrou o nome na história do clube gaúcho. Luiz Felipe Scolari está na quarta passagem como técnico do Grêmio e já conquistou Copa do Brasil, Brasileirão, Libertadores, Recopa e Campeonato Gaúcho pelo clube.


O momento inesquecível apontado por Felipão, no entanto, foi em 1987, quando recebeu o convite para assumir o Tricolor pela primeira vez. Ele treinava o Juventude e recém havia vencido o Grêmio.


"Foi o primeiro momento, o que eu mais me senti feliz em toda minha vida. Esse é o momento mais importante da minha carreira. A vitória mais importante de um gremista que sente-se honrado pela confiança que recebeu, pelo convite que recebeu, que está vivendo isso há 40 anos. Foi naquela oportunidade que recebi o convite que me deixou em sintonia com o Grêmio", destacou Felipão em transmissão da Grêmio TV.


"Eu vivo o Grêmio. Viver o Grêmio é acordar às 6h e pensar na equipe, na dificuldade que estamos passando para chegar em determinado ponto, nos abraçar e dizer: conseguimos. E, ao conseguir, dar uma volta ao que sempre foi e sempre será o Grêmio", Felipão.


A presença do quarteto dá início às comemorações do aniversário do clube gaúcho, que ocorre na próxima quarta-feira.


O ex-goleiro Galatto foi fundamental na Batalha dos Aflitos, quando o Grêmio venceu o Náutico com sete jogadores em campo e se sagrou campeão da Série B de 2005.



Osvaldo foi campeão da Libertadores e do Mundo em 1983, os primeiros títulos internacionais do clube, e também foi homenageado.



Cacalo foi dirigente do Grêmio em diversas oportunidades, mas ficou marcado por ser representante do departamento de futebol no período vitorioso da década de 90, sob o comando do ex-presidente Fábio Koff.

#gremio #imortal #tricolor #felipao #idolo



LEIA TAMBÉM: Vanderson será julgado no STJD por expulsão na Copa do Brasil

E MAIS: Gabriel Chapecó fala sobre parceria com Brenno fora de campo e escalada até a titularidade




Comentários



Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Leia também

23/9/2021




Opinião!! - 15:20 (0)

Coincidências dos 10














22/9/2021