Um mês após iniciar pagamento da rescisão, Grêmio reencontra Tiago Nunes


Fonte: Uol Esportes

Imagem: Pedro H. Tesch/AGIF
Grêmio e Ceará, pela 20ª rodada do Campeonato Brasileiro, também marca o reencontro entre o clube gaúcho e Tiago Nunes. O treinador estreia à frente do alvinegro justamente em Porto Alegre, de onde saiu em julho. A passagem relâmpago pela Arena do Grêmio rendeu acordo para pagamento parcelado da rescisão de contrato.



Assim, os dois treinadores do jogo de domingo (12), às 11h (horário de Brasília), se encontram em situação onde ambos recebem valores dos cofres do Grêmio. Felipão, o atual treinador, e Tiago Nunes, o sucessor de Renato Gaúcho e que ficou no cargo por 19 partidas.


O acordo para pagar a multa rescisória de Tiago Nunes foi revelado pelo UOL Esporte, ainda em julho. O clube gaúcho não divulgou detalhes do acerto, como número de parcelas. A primeira já foi quitada dentro do prazo, em agosto.


A saída de Tiago Nunes ocorreu após sequência de sete jogos sem vitória. À época, o treinador chegou a se despedir ao lado da diretoria e os dois lados falaram em comum acordo. Depois, foi esclarecido que o treinador acabou demitido.


A demissão não tem, nem nos bastidores, contorno de atrito. Tiago Nunes saiu, no entanto, em clima de frustração geral. O ex-treinador de Athletico-PR e Corinthians foi escolhido como substituto ideal para Renato Gaúcho e assinou contrato longo, até dezembro de 2022. Agora no Ceará, ele vai novamente substituir um técnico que vinha de um longo período de trabalho, Guto Ferreira.


O histórico com passagem pela base do Grêmio, bom trabalho em Curitiba e ideias de jogo foram alicerces da decisão de fechar negócio. E o bom início, com título do Campeonato Gaúcho, foi encarado com sinal positivo.


A única referência recente, mesmo que sem citação direta, ao trabalho de Tiago Nunes ocorreu após empate do Grêmio com o América-MG, em Porto Alegre. Questionado sobre o estilo de jogo do time gremista, Felipão lembrou o início da equipe no Brasileirão, com Tiago.


"O Grêmio era agressivo (no jeito de jogar). Tinha sete jogos e dois pontos? Primeiro a gente tem que fazer o dever direito, de trás para frente. Não adianta sonhar em sair para cima do adversário nas situações atuais", comentou Scolari.



Tiago Nunes comandou o Grêmio em partidas do Gauchão, Copa Sul-Americana, Copa do Brasil e Campeonato Brasileiro. Foram 10 vitórias, quatro empates e cinco derrotas.

#gremio #imortal #tricolor #tiagonunes #treinador

LEIA TAMBÉM: Veja 10 jogadores que poderiam reforçar o elenco do Grêmio no Brasileirão

E MAIS: Três desafios de Felipão para sequência do Grêmio




Comentários



Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Leia também

22/9/2021









21/9/2021












Paixão Tricolor - 11:32 (0)

[OPINIÃO] A nova realidade do Grêmio